Hospital Geral Roberto Santos faz o primeiro transplante renal - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Garota que não falava, surpreende cantando em evento escolar

A adolescente nunca falou na escola depois de vários anos resolveu cantar.  Grande emoção no evento desta quinta-feira(22) no Centro...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Hospital Geral Roberto Santos faz o primeiro transplante renal

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 12 de junho de 2018 - 0 Comentários

Sesab contabiliza quatro doações de múltiplos órgãos






A Secretaria da Saúde do Estado, por meio da Central Estadual de Transplantes, contabilizou, de sexta-feira até hoje, quatro doações de múltiplos órgãos, possibilitando a realização de um total de 29 transplantes de fígado, 64 de rins, 237 de córneas, 45 de medula e dois de coração, de janeiro até agora. Esse ano, já foram registradas 45 doações de múltiplos órgãos.
Na sexta-feira, no Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas, a família de F.O.L. de 36 anos, vítima de traumatismo craniano, autorizou a doação de órgãos, mesmo procedimento adotado pelas famílias de L.V. empresário de 46 anos, e de N.F.S., 44 anos, do sexo feminino, que tiveram morte cerebral confirmada no Hospital Geral do Estado (HGE), na madrugada de domingo.
Na madrugada de hoje (12), mais uma doação foi efetivada, dessa vez no Hospital Couto Maia. A doadora, H.M.B., 49 anos, vítima de infecção do sistema nervoso central, possibilitou a realização de dois transplantes renais, sendo um no Hospital Ana Nery e outro em Feia de Santana.
Segundo especialistas, a negativa familiar à doação, ainda é bastante significativa, e ocorre não apenas por questões de cunho religioso, mas também pela falta de conhecimentos adequados sobre o processo doação/transplante, não só por parte da população em geral, como também de alguns profissionais de saúde. Atualmente, cerca de 800 pessoas estão na fila de espera por um transplante de rim, oito por transplante de fígado e 750 por transplante de córnea.

As doações efetivadas nos últimos quatro dias possibilitaram que fosse feito o primeiro transplante renal no Hospital Geral Roberto Santos. Um rim doado por N.F.S. no Hospital Geral do Estado teve como receptor C.A.B.M., 73 anos, do sexo masculino, portador de insuficiência renal crônica e hipertensão arterial. Ele vinha sendo submetido à hemodiálise há um ano e quatro meses e há cinco meses começou a se preparar para o transplante. As médicas nefrologistas Luana Andrade e Nádia Curi, equipe responsável pela cirurgia, revelam que o paciente transplantado evolui de forma satisfatória. “O paciente está na UTI, estável”, disse Luana.
Além do transplante renal, o Hospital Roberto Santos também realizou, recentemente, um transplante de fígado e a partir de então, está apto para realizar esses dois tipos de cirurgia.

Ascom Sesab


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação