Nossas redes sociais

some text  some text  some text  some text  some text  some text  some text 

Arrow

Ouça Web Rádio Itirussu no seu celular ou tablet

Ouça nossa rádio em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads


O aumento da alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito para empresas e pessoas físicas, determinado pelo Governo Federal, passa a valer a partir de 20/09/21 e segue até 31/12/21. A justificativa do Ministério da Economia é que o dinheiro arrecadado com a medida será usado para financiar o Auxílio Brasil, programa proposto pelo governo para substituir o Bolsa Família. As novas alíquotas, segundo o Ministério, reforçarão o caixa em R﹩ 2,14 bilhões.

A medida encarece o custo do crédito para empresas e famílias e pode ter impactos também na inflação e na atividade econômica, em um momento em que a taxa básica de juros também está subindo. Entre as operações de crédito que passarão a cobrar mais impostos estão o cheque especial, o cartão de crédito, o crédito pessoal e os empréstimos para empresas. De acordo com o decreto, as pessoas jurídicas passarão a pagar anualmente 2,04% (até então a alíquota anual era de 1,5%) e, as pessoas físicas, que antes pagavam 3% na alíquota anual, passarão a calcular o imposto sobre a alíquota de 4,08% ao ano.

Na visão do advogado Eduardo Natal, Mestre em Direito Tributário pela PUC/SP, presidente do Comitê de Transação Tributária da Associação Brasileira da Advocacia Tributária (ABAT) e sócio do escritório Natal & Manssur, uma intervenção tributária não é benéfica nesse momento conturbado da economia e pode ser questionada judicialmente. "A constitucionalidade dessa alteração de alíquotas merece ser questionada pelos contribuintes, pois o governo federal justificou o aumento como necessário ao custeio do Programa Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família. E diferente das contribuições que devem ter sua destinação determinada, a arrecadação de impostos, como o IOF, não pode ser vinculada a uma finalidade específica, devendo ser remetida ao Caixa Único do Tesouro", explica Natal.

O argumento de falta de arrecadação também não se justifica, segundo o tributarista. "A arrecadação de impostos federais bateu recorde em julho deste ano e chegou a R﹩ 171 bilhões, valor 23% maior na comparação com o mês anterior e 35% superior ao mesmo mês do ano passado, isso quando descontamos a inflação. Em razão disso, quanto menos intervenção tributária tivermos nesse momento, melhor".

A saída, segundo Natal, seria o país concentrar esforços para diminuir o tamanho dos gastos públicos. "O que o país precisa é cortar seus gastos, o que está difícil. Essa é uma equação que não fecha", ressalta.

Impactos

O aumento do IOF, além de dificultar a tomada de crédito por parte de empresas e famílias, pode ter impacto direto no pagamento da próxima fatura do cartão de crédito dos brasileiros, pois, apesar de o imposto não incidir em compras nacionais, ele ocorre em compras internacionais, no momento do pagamento da fatura. Caso a cotação do dólar seja diferente do dia em que o produto foi adquirido, a base de cálculo será alterada e a fatura será maior ou menor, de acordo com o valor da moeda americana no dia.

O advogado especialista em Direito Tributário Sandro Ribeiro, sócio do Ribeiro Dutra Sociedade de Advogados, explica que não existe IOF no momento da compra, independentemente de onde ela foi feita, mas o imposto é cobrado no câmbio. "Em qualquer conversão de moeda estrangeira em nacional, haverá esse acréscimo".

Sandro explica que o consumidor tem que ficar atento, pois o IOF também será cobrado se ele não conseguir pagar o cartão de crédito integralmente. "Nesse caso, incide o imposto sobre todo o valor que ficou faltando da fatura", explica o advogado.

A medida do governo atinge as operações de crédito, mas não tem efeitos em operações de câmbio, como explica o especialista em Direito Tributário e Econômico e professor de Direito Tributário da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Gabriel Quintanilha. "Não há nenhum impacto no mercado internacional, pois o câmbio não foi afetado pelo aumento do IOF. Mas a medida aumenta o custo do crédito, que ainda é muito impactante na retomada da atividade econômica", ressalta Quintanilha.

Nego Do Borel foi expulso do reality show A Fazenda após acusação de suposto estupro de Dayane Mello. A equipe do cantor confirmou por meio de um comunicado a saída dele da casa. 
"Nós da equipe do cantor Nego do Borel informamos oficialmente a saída do cantor do Reality A Fazenda. É muito triste conviver num mundo em que tudo que você faz seja julgado e interpretado com base no que acreditam que você seja e não quem você é de verdade. Lamentamos que assim como aqui fora o cantor tenha sido julgado desta forma dentro do reality, no qual em alguns poucos momentos conseguiu se divertir sem todos esse olhares e apontamentos que o cercam. E se comprime em junto com a sua equipe jurídica, provar mais uma vez toda a sua inocência. Nós também agradecemos o apoio que ele vem recebendo de todos os seus fãs e pedimos a imprensa para que aguarde pronunciamento oficial, que acontecerá em breve. Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e por pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet", informou. 

A Record também emitiu um comunicado sobre a saída do cantor. 

"A Record TV informa que, desde a manhã deste sábado (25), trabalha na apuração criteriosa em relação aos acontecimentos desta última noite no reality A Fazenda envolvendo o Nego do Borel e Dayane Mello. Uma equipe multidisciplinar cuidou da análise de todo o material gravado, além de aguardar pelo despertar da Dayane e dos demais peões para juntar mais elementos, falas e depoimentos que pudessem amparar a decisão a ser tomada. Além do atendimento psicológico, Dayane passou por uma entrevista completando os elementos primordiais para uma tomada de decisão justa

Diante dos fatos apurados, a direção da Record TV decidiu pela retirada do Nego do Borel da competição. 
Todos os detalhes serão esclarecidos ao público no programa deste sábado." 

Entenda o caso:

A equipe jurídica de Dayane registrou a ocorrência na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP), local onde acontece o reality. De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), o advogado apresentou imagens para justificar a ocorrência, além de relatar os fatos. Após os acontecimentos da noite passada, em que Nego do Borel deitou ao lado de Dayane Mello, visivelmente bêbada, a equipe da peoa informou que seus advogados estavam na porta do reality. 
Dayane, inclusive, foi chamada pela produção do programa e saiu pelo portão da sede.

A peoa foi ouvida por psicólogos e pela direção de "A Fazenda". Mais cedo, a equipe de Dayane, ex-participante do "Gran Fratello Vip" disse que todas as providências seriam tomadas, pois ela estava completamente inconsciente. 

Após a produção apagar as luzes da sede, não foi possível ver a cama em que Nego do Borel e Dayane estavam deitados, mas era possível ouvir alguns comentários da participante. Em diversos momentos, ela pediu que o cantor 'parasse': "Para com isso, Nego".  

Ele está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável contra Dayane Mello na madrugada de hoje. Segundo informações, a pressão dos patrocinadores e a consulta com o jurídico da emissora pesaram na decisão.
Encerrou nesta sexta-feira(24) o curso profissionalizante de maquiagem. O curso foi ministrado pela profissional Camila Araújo, na Casa da Cultura, na praça Vivaldo Bastos no centro da cidade, que formou as  primeira turma do curso profissionalizante de maquiagem.

A coordenadora  do Centro de Referencia de Assistência Social - CRAS, Lili Serra disse que "o CRAS  através de ações apoiadas pela Prefeitura Municipal de Itirucu e a Secretaria  de Assistência Social, busca capacitar pessoas através  de iniciativas como estas com a expectativa de gerar novos profissionais , propociondo  independência  financeira  e pessoal".
Fonte: PMI



Na manhã desta sexta-feira (24) foi dia de reforçar a imunização dos idosos do lar de idosos Padre Lucas De La Vila Llorente em Brejões com a 3ª dose da vacina contra a covid-19.

A terceira dose contra Covid-19 já chegou a idosos acima de 80 anos, objetivo é reforçar a imunização deste público, principalmente para conter as variantes do vírus, como a Delta e será aplicada em Idosos que completam seis meses do recebimento da segunda dose.

Os idosos com idade acima de 80 pode tomar a 3ª dose na Unidade da saúde da Família Eurides Lopes da Silva, na sede do município ao lado da prefeitura de Brejões e Unidade de saúde da Família Fernando Lopes da Silva, no Distrito Serrana, de segunda a sexta das 08 ao meio-dia e 14 às 17 horas.

Apoiadores  de Bolsonaro  protestam contra  o prefeito do Rio e dizem ser minorias como os LBGTs. O grupo se negar a tomar a vacina contra a covid-19.
Eles dizem que o prefeito é incoerente, porque  adesivou a cidade com propaganda  LGBT dizendo que as pessoas precisam respeitar as minorias e porque eles também  serem minorias  e que não querem ser vacinados  exigem respeito igualmente.

O que é considerado uma  comparação estapafúrdia, já que o público LGBTs  não ameaça  a vida de ninguém, não ameaça a saúde  pública, já aos que se negam a tomar a vacina, não estar só se prejudicando, estar colocando em risco toda coletividade. 

A reação dos devotos de Bolsonaro segundo as informações apuradas, foi devido a medidas tomadas pelo prefeito contra os negacionistas. Entre elas exigir que todos os servidores municipais tomem a vacina contra Covid.

Bolsonaro já tinha se manifestado contra o prefeito:
“Como é que você pode ver, o prefeito do Rio de Janeiro obrigando o servidor público a tomar vacina. São alguns dos projetos de ditadores aqui no Brasil. Um é o Eduardo Paes, no Rio de Janeiro. E nós vimos muitos governadores fazendo coisas terríveis durante a pandemia, como toque de recolher, lockdown, confinamentos, prisões, entre outras barbaridades", disse Bolsonaro.
O prefeito Eduardo Paes disse respeitar a ciências e a vida.

“O que vai nos nortear aqui vai ser a ciência. Nós não acreditamos em teses delirantes. Nós trabalhamos respeitando a vida e não dialogando com a morte, como parece fazer permanentemente o senhor presidente da República desde que essa pandemia começou. Talvez seja a insensibilidade que faz com que o senhor presidente da República tenha devaneios tão assustadores como a gente tem visto ao longo dos últimos tempos, especialmente quando a gente lida com vidas humanas. É uma completa falta de sensibilidade, de empatia, de respeito ao próximo e um permanente diálogo com a morte”, afirmou Eduardo Paes.

Neste sábado (25) a equipe de atendentes estarão a postos  para  trabalhar  no ultimo dia de marcação das consulta para quem quer, e precisa de  exame de vista, avaliações oftalmológicas e teste do olho totalmente gratuito. 

A iniciativa  faz parte da Campanha "A Semana da Saúde Visual" realizada pela Prefeitura de Itiruçu, a Secretaria de Saúde em parceria com a Associação "Olhar pelo Próximo",
Os procedimentos serão realizado a partir do dia 4 de outubro. Primeiro será feito os atendimentos no Distrito de Upabuçu e logo após na sede do município. No ato da marcação da consulta as pessoas ficam sabendo o dia e horário que receberá o atendimento. 

E a primeira vez que o município tem uma campanha deste porte que abrange toda população dependendo exclusivamente do cidadão para marca sua consulta, e o melhor que é totalmente gratuito.  

A marcação das consultas deste sábado (25), continua  sendo realizada  no Centro de Artesanato, na Praça Gilberto Scaldaferri. Os atendimentos serão das 8h00 às 11h30 e de 14hs00min, às 16h30min. Serão obrigatório apresentar documentos de identificação RG, CPF, numero de telefone e comprovante de residência. E participar de uma palestra educativa sobre a saúde visual.

No caso dos exames de vista caso necessite do uso de óculos,  a armação e lentes fica por conta do paciente que poderá comprar aonde for mais acessível ou desejar.



Em Itiruçu está preste  iniciar a construção de uma escola estadual com auditório e com o  centro esportivo, mas  o impasse agora é apenas  na localização. Já que o Governo do Estado deseja usar o terreno onde está localizado o Prédio do Fórum que foi desativado pela Justiça Estadual além o anexo onde funciona o CEJUSC, além de um terreno ao lado que também é de propriedade do Governo do Estado .

Diante da informação, o Itiruçu Notícias em contato com a prefeita  de Itiruçu a médica Drª Lorenna, buscou aprofundar mais detalhes sobre esse assunto.  Ela disse que não estaria de acordo em demolir o que já existe como estrutura e funcionalidade, e que já propôs ao governo estadual algumas alternativas em relação outros terrenos.
— Nós oferecemos ao governo um terreno localizado próximo ao IED de propriedade de Silvio D Antônio que teria  se prontificado a ceder o terreno,  em um gesto muito bonito,” comentou a prefeita.

A prefeita disse no entanto que vai lutar para ganhar um empreendimento sem perder o que já tem, que não é favorável  a escolha do governo de usar o terreno do fórum, muito menos demoli-lo, mas ressaltou que a decisão final é do Governo Estadual.
— "Justamente com Deputado Jorge Solla, a gente estar solicitando ao Governo para mudar de Ideia," conclui a prefeita.

A gestora disse que mantém a pretensão de transformar o Prédio do Fórum em uma extensão da  sede da Prefeitura.   Até mesmo já estava em andamento a transferência de setores administrativos para o prédio do antigo Fórum, porém foi suspensos essa mudanças já que todos atos da ex-presidente do TJ-BA (Tribunal de Justiça da Bahia) foram cancelados após esta, está envolvida em processos judiciais que resultou na suspensão de suas decisões, e que o município então aguarda outra decisão. Que o prédio por enquanto é de responsabilidade do Tribunal de Justiça da Bahia.

O uso do terreno com possibilidade de demolição do  antigo Fórum está condicionado a decisão do Governo do Estado e divide opiniões de ambos lados . Alguns acha que o prédio deve ser  demolido para o terreno ser melhor aproveitado para a construção Escola Estadual com Auditório e  Centro Esportivo que promoverá  a busca de um espaço para melhor investimento na educação no entretenimento e no esportes . 

Outros acham que o prédio deve continuar para se manter vivas as chamar  da esperança  de que o  Fórum volte a funcionar como comarca do município . Ou até mesmo seja a sede da prefeitura futuramente.

Web Rádio do Blog Itiruçu Notícias com transmissão utilizando a tecnologia streaming. Web Rádio Itirussu, conectada com você!
   
Baixe aqui app Web Rádio Itirussu


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


PUBLICIDADE




 Gilnar