Michaela Harrison canta Nina Simone em show inédito - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO


COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Michaela Harrison canta Nina Simone em show inédito

Por: Itiruçu Notícias - - segunda-feira, 14 de março de 2016 - 0 Comentários





A cantora norte-americana Michaela Harrison sobe ao palco do Tetro Vila Velha no próximo domingo (20),  às 19h, para homenagear uma das artistas mais expressivas da música em todo o mundo, a célebre Nina Simone. No show inédito, a cantora de Nova Orleans que tem conquistado o público soteropolitano, interpreta músicas de diferentes momentos da carreira de Nina, como as canções de jazz, as "spitiruals", além das canções de trabalho interpretadas pela artista, chamadas "work songs". Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).


"No mês passado comemoramos o aniversário de Nina Simone e, agora, estamos no mês da mulher. Por isso veio a ideia de fazer essa homenagem. Ela representa não apenas uma força de criatividade e de independência para a mulher na área da música, mas também, para nós os negros dos Estados Unidos, representa uma posição artística de sempre expressar a sua resistência através da arte", conta Michaela. No repertório do show, clássicos como "Four Women", "I wish I knew how it would feel to be free" e "Love me or leave me".

Radicada em Nova Orleans, Michaela Harrison já encantou públicos em vários países com sua voz e alcance raros. A artista começou a cantar na igreja aos cinco anos de idade. Estudou e viveu no leste da África e no Brasil, sendo fluente em francês e português, além de familiarizada com espanhol e suaíli. O seu estilo musical incorpora suas raízes gospel, além de gêneros como jazz, blues, R&B, soul, samba, MPB e música africana tradicional.

O Teatro Vila Velha é gerido pela Sol Movimento da Cena e é uma das 15 instituições apoiadas pelo Programa de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais, uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA), com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif