Arrow

PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente. Estamos em fase de testes...




Solla pede à Justiça que impeça Bolsonaro de inaugurar obra entregue em 2018

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 29 de julho de 2020 - 0 Comentários

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) ingressou na Justiça Federal nesta quarta-feira (29) com uma ação popular, com pedido de liminar, que pede a suspensão da agenda que o presidente Jair Bolsonaro pretende cumprir na Bahia nesta quinta (30), uma cerimônia de inauguração do sistema de abastecimento de água de Campo Alegre de Lourdes, no norte do estado. A obra foi iniciada em 2013 no governo Dilma Rousseff e entregue em 2018, em cerimônia com a participação do governador Rui Costa, e está em funcionamento desde então.

“Isso atinge o princípio da moralidade administrativa, é ato de improbidade. Pedimos à Justiça que impeça essa inauguração fake de uma obra já entregue há dois anos. Se o ato ocorrer, Bolsonaro terá de restituir cada centavo de dinheiro público gasto para tentar enganar a população”, afirma Solla. Na ação judicial, Solla anexou como provas o Relatório de Gestão do Exercício 2018 da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba), em que esta obra é relatada como concluída. Apresentou também manchetes de jornais, fotos e releases do governo do Estado e da prefeitura, que noticiam o ato de inauguração, no dia 28 de junho daquele ano.

“O povo de Campo Alegre de Lourdes é testemunha de que o novo sistema de abastecimento já funciona há dois anos, uma obra de R$ 80 milhões que teve a assinatura da presidente Dilma Rousseff. Essa situação é tão esdruxula que precisa ser devidamente punida. O presidente não pode gastar tanto dinheiro com uma comitiva oficial pra fazer uma inauguração fake”, completa Solla.


Não se esqueça de ler isso também ...

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar