Presidente do Irã ameça com "a mãe de todas as guerras" - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Presidente do Irã ameça com "a mãe de todas as guerras"

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 22 de julho de 2018 - 0 Comentários

Hassan Rohani, também disse  "a paz com o Irã é a mãe de todas as pazes”



"Não brinque com fogo", diz presidente do país, Hassan Rohani, em recado a Donald Trump. Líder iraniano também afirma que Teerã pode bloquear rota de exportação de petróleo no Golfo Pérsico.
O presidente do Irã, Hassan Rohani, alertou neste domingo (21/07) para o perigo de os Estados Unidos começarem um conflito com seu país, o que seria "a mãe de todas as guerras", recomendando que Washington "não brinque com fogo".
"O poder do Irã é dissuasório, e não temos um conflito com ninguém, mas os americanos devem entender que a paz com o Irã é a mãe de todas as pazes”, afirmou. "Assim como a guerra seria a mãe de todas as guerras", disse Rohani em cerimônia com diplomatas iranianos.
O líder ressaltou que o Irã responderá às ameaças "com ameaças" e não se intimidará, segundo o discurso publicado no site da Presidência iraniana. Ele também voltou a afirmar que Teerã pode bloquear as rotas para exportação de petróleo no Golfo Pérsico.
Já durante visitas a Suíça e Áustria, no começo do mês, Rohani advertira que o Irã pode fechar o Estreito de Ormuz, principal rota para as exportações de petróleo da região do Golfo.
Se dirigindo ao presidente americano, Donald Trump, deu um conselho. "Não brinque com a cauda do leão, porque você irá lamentar", uma expressão em farsi equivalente a "não brincar com fogo".
Trump retirou em maio os EUA do acordo nuclear multilateral de 2015 com o Irã e voltou a impor sanções a Teerã, que entrarão em vigor em agosto e ameaçam afetar a já enfraquecida economia iraniana. A medida tem o objetivo de afetar o Irã em duas frentes: seus programas de mísseis balísticos e sua influência regional.
"Pagaremos custos, mas conseguiremos mais benefícios", afirmou Rohani, descartando como já fez no dia anterior o líder supremo, Ali Khamenei, qualquer negociação com Washington.
"Negociar hoje com os EUA não significa mais do que a rendição e o fim das conquistas da nação do Irã. Se nos rendemos diante de um fanfarrão mentiroso como Trump, saqueiam o Irã", acrescentou.
No discurso, Rohani também se referiu aos esforços de autoridades americanas para tentar encorajar os movimentos de protesto internos contra o regime dos aiatolás. Ele afirmou que os EUA não são capazes de "provocar o povo iraniano contra a segurança e os interesses do Irã", em aparente referência a recentes esforços dos EUA para desestabilizar o governo iraniano através de propaganda.
Washington lançou recentemente uma campanha de propaganda no Irã, incluindo anúncios e discursos nas mídias sociais destinados a influenciar o descontentamento da população.
Neste mês, Trump se disse confiante de que o Irã aceitará suas condições e lhe contatará para chegar a um novo acordo, porque está tendo "muitos problemas e sua economia está afundando".
Reuters/


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif