Vereador denuncia caos na educação em Esplanada - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha

EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO

COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Vereador denuncia caos na educação em Esplanada

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 6 de setembro de 2017 - 0 Comentários


Após estudantes universitários serem deixados em praça pública por conta de uma paralisação dos motoristas, o vereador do município de Esplanada, Gilson Lima (PSL) tem usado as redes sociais para tornar público os problemas da educação na cidade. “Em toda a cidade as queixas são as mesmas em relação à educação. Além da greve dos professores por acordos não honrados em relação aos pagamentos, estamos sem transporte pelos mesmos motivos. E quando temos professores e transporte, faltam merendas nas escolas. A situação está caótica”, disse o vereador, ressaltando ainda os problemas de infraestrutura. “As condições de trabalho nas escolas, inclusive as de grande porte, são precárias. Não tem fardamento, merenda e material escolar. Os professores e diretores têm feito o impossível para manter a continuidade das aulas, mas sem ajuda da Prefeitura e da Secretaria de Educação do Município fico tudo muito difícil”, denunciou.

Atualmente, universitários esplanadenses que estudam na cidade de Alagoinhas estão impossibilitados de frequentar as aulas, já que os motoristas dos transportes paralisaram as atividades alegando falta de pagamento. Diariamente, o serviço regulamentado pela Lei 799/14, beneficiava cerca de 120 universitários, que podem cursar uma faculdade, sem os altos custos do deslocamento.

Preocupado com a situação, Gilson Lima ainda usou a tribuna, durante sessão na Câmara Municipal, para cobrar esclarecimentos do prefeito e do secretário de educação do município. “O secretário de educação, Idelvan de Araújo Reis, insiste em desrespeitar a população e nunca marcou uma data para esclarecer estes fatos. Precisamos saber se a prefeitura irá priorizar a educação da cidade ou se já desistiram do ano letivo”, criticou o vereador, colocando o mandato à disposição para continuidade do serviço. “Se não respeitarmos os estudantes, estaremos deixando de investir no nosso futuro. Por isso, reafirmo meu compromisso com a educação e com os esplanadenses”, finalizou.
Por Daniela Pereira


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif