Lançado Plano Estadual da Mãe Saudável que visa reduzir a sífilis - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Lançado Plano Estadual da Mãe Saudável que visa reduzir a sífilis

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 9 de maio de 2017 - 0 Comentários


Com o objetivo de reduzir a Sífilis congênita (transmissão de mãe para filho), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) lançou, nesta segunda-feira (8), o Plano Estadual da Mãe Saudável. O evento ocorreu na Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Netto, localizada no bairro de Pau Miúdo, com a presença do secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas. A iniciativa visa reduzir a transmissão vertical da Sífilis, doença que em 2016 atingiu 2.706 gestantes e, destas, nasceram 1.444 crianças contaminadas.

O Secretário da Saúde do Estado pontuou que a sífilis é um problema extremamente grave, mas com o tratamento adequado a chance de cura é de 100%. “O estado vai garantir a compra e distribuição para os municípios da penicilina benzatina, medicamento utilizado para o tratamento as sífilis”, disse ele. Fábio Vilas-Boas ainda destacou que o estado está investindo cerca de R$60 milhões para reestruturação das maternidades para que tenham condições de atender a demanda.
A meta inicial é reduzir em 20% a incidência da doença em menores de um ano até 2021. Com isso, a previsão é aumentar a cobertura da testagem durante o pré-natal em 80% até dezembro de 2021. Já referente ao tratamento, para este mesmo período, a estimativa é ampliar a cobertura das ações de profilaxia de transmissão vertical da sífilis em gestantes/parturientes e em crianças expostas, com a oferta de 80% de tratamento adequado de recém-nascidos com sífilis congênita. Para isso, o trabalho tem que ser em conjunto entre estado e municípios.
Ascom Sesab /fotos: Leonardo Rattes/Ascom Sesab


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif