Arrow

PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente. Estamos em fase de testes...




Indices de vacinação contra a febre aftosa deve chegar ao 100% em Itiruçu

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 8 de julho de 2020 - 0 Comentários

Segundo o relatório de vacinação por Regional, Esec e Município na Campanha de Vacinação de Febre Aftosa Bovina  os índices de vacinação devem chegar aos  100% em Itiruçu na 1ª etapa de 2020. Segundo informações do escritório da ADAB  Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Bahia  a vacinação em rebanhos já contabilizados a 99,63% do rebanho imunizado contra a doença e em propriedades 99,63%.

O índice alcançado poderá alcançar ao 100%,  já dos 148 produtores do município apenas um  ainda não tinha sido encontrado. Mas segundo informações da ADAB  já foi identificados e todos procedimentos já está sendo realizados.

Os produtores que não receberam a vacina gratuitamente não tiveram problemas para adquirir em casas veterinárias.
Itiruçu livre da febre aftosa  vai garantir alem da abertura de mercados para outras localidade também a confiança da população de está consumindo um carne de boa qualidade. 

Febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida pelo aparecimento de vesículas (aftas) – principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido. A doença é causada por um vírus do qual existem 7 tipos, que produzem sinais clínicos similares

Prevenção
  • Proteção de zonas livres mediante controle e vigilância dos deslocamentos de animais nas fronteiras;
  • Sacrifício de animais infectados, recuperados e de animais suscetíveis que entraram em contato com indivíduos doentes;
  • Desinfecção dos locais e de todo material infectado (artefatos, veículos, roupas);
  • Destruição dos cadáveres e produtos animais suscetíveis na zona infectadas;
  • Medidas de quarentena;
  • Vacina com vírus inativado (a imunidade é conferida seis meses após as primeiras vacinações).

Risco para o homem

A aftosa não representa risco para a saúde humana. A doença não é transmitida pelo consumo de carne, leite e derivados de animais infectados. Alguns casos raros de feridas nas mãos e outros sintomas leves foram relatados em seres humanos que lidavam de forma muito próxima com animais infectados.


Não se esqueça de ler isso também ...

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar