Solla oferece assistência a professores perseguidos por bolsonaristas - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Solla oferece assistência a professores perseguidos por bolsonaristas

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 31 de outubro de 2018 - 0 Comentários

“Como professor e deputado federal, é o mínimo que posso fazer" diz deputado,





deputado federal Jorge Solla

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) disponibilizou, em suas redes sociais, assessoria jurídica para os professores que se estiverem sofrendo com denúncias e perseguição de eleitores de Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira (29), a deputada estadual eleita por Santa Catarina Ana Caroline Campagnolo divulgou um contato para que alunos denunciem professores que expressarem opinião crítica à Bolsonaro, o que ela chamou de “doutrinação ideológica”.

“A liberdade de cátedra é direito fundamental dos professores em sala de aula, assegurado no Art. 206 da Constituição Federal, reafirmado no Art. 3º da LDB (Lei 9.394/96). Em caso de perseguição política, não se deixe intimidar, estaremos em sua defesa”, diz o texto do comunicado, que oferece o número de whatsapp 71 8644-1313 como contato.

Na Bahia, a deputada federal eleita e presidente estadual do PSL na Bahia, Dayanne Pimentel, em entrevista, também reiterou a pauta de perseguição ideológica aos magistrados. Ela citou a “doutrinação escolar por meio dos direitos humanos” como uma “temática para o boicote, nesses termos, para favorecer a sociedade”.

“Como professor e deputado federal, é o mínimo que posso fazer. Essa perseguição em sala de aula é flagrantemente inconstitucional, criminosa. A ideia deles é ameaçar para intimidar, para que profissionais da educação se sintam constrangidos a cumprir o seu papel de educar. Eu estou aqui para dizer: façam seus trabalhos de forma livre, que estamos aqui para lutar para que a democracia garanta sua liberdade de cátedra, sua liberdade de expressão”, disse Solla.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação