EUA reafirmam que vão deixar tratado nuclear com a Rússia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


EUA reafirmam que vão deixar tratado nuclear com a Rússia

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 23 de outubro de 2018 - 0 Comentários

O acordo foi assinado em  1987 entre o então presidente americano Ronald Reagan e o secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética,  Mikhail Gorbachev.



Os Estados Unidos irão definitivamente se retirar do tratado nuclear assinado com a Rússia durante a Guerra Fria, confirmou nesta terça-feira (23) o conselheiro da Casa Branca para a Segurança Nacional, John Bolton, em Moscou. A decisão foi tomada pelo presidente americano, Donald Trump, e é vista como o prenúncio de uma nova escalada armamentista entre os dois países.
Bolton reuniu-se nos últimos dois dias, em Moscou, com o presidente da Rússia, Vladimir Putin,  e outras autoridades. Assim como fez com o tratado nuclear com o Irã, Trump alegou o descumprimento dos compromissos pelo outro lado para retirar seu país, conforme anunciou no último final de semana. O Tratado de Armas Nucleares Intermediárias (INF, na sigla em inglês) foi assinado em 1987 com a antiga União Soviética.
Trump advertiu ontem que os Estados Unidos continuarão fortalecendo seu arsenal atômico e acusou a China e “outros” países de fabricarem armas nucleares intermediárias, dando a entender que o INF ficou obsoleto. Em entrevista à imprensa no fim de sua viagem, Bolton reafirmou que a Rússia tem violado do tratado.
“A posição da Rússia é que eles não estão violando (o pacto)”, disse. “Precisamos, então, nos perguntar sobre como pedir aos russos para voltarem a cumprir algo que eles não acreditam que estão violando.”
Assinado em 1987 entre o então presidente americano Ronald Reagan e o secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética,  Mikhail Gorbachev, o INF previa a eliminação dos mísseis balísticos e de cruzeiro, nucleares ou convencionais, cujos alcances estivessem entre 500 e 5.500 quilômetros até 1 de junho de 1991.
Até a data prevista no tratado, 2.692 mísseis foram destruídos – 846 por parte dos Estados Unidos e 1.846 por parte da União Soviética. 
Fonte (Com AFP e EFE)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores