Mulheres contra Bolsonaro fizeram uma caminhada em Salvador - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Mulheres contra Bolsonaro fizeram uma caminhada em Salvador

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 29 de setembro de 2018 - 0 Comentários

Bolsonaro também teve manifestações de apoio em alguma cidade do Brasil



Dezenas de cidades recebem atos contrários à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) neste sábado, 29. Pelo menos 24 capitais tiveram manifestações contra o capitão da reserva e deputado federal por sete mandatos, que lidera as recentes pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno, com 28%, seguido por Fernando Haddad, do PT, que tem 22%. A campanha #EleNão foi criada dentro de um grupo no Facebook que reúne 3,8 milhões de mulheres. Algumas cidades também registram mobilizações favoráveis ao candidato.

 Na capital baiana, o clima era uma mistura de carnaval e de protesto, em especial as mulheres. Cerca de cinco mil manifestantes tomaram as ruas do centro e da orla de Salvador para se manifestar contra o candidato. O relógio marcava 14h30 quando a cantora Daniela Mercury surgiu no largo do Campo Grande, início do principal circuito da folia momesca soteropolitana, em cima de um trio elétrico, entoando sucessos da sua carreira e canções de blocos afro em homenagem à população negra.
A estrela da axé music fez discurso contra o presidenciável, embalando coro de "ele não" da multidão. "Queremos qualquer candidato que nos respeite, mas ele não", bradou Mercury. "Nos respeite. Essa cidade é dos pretos, das mulheres, dos gays, pela democracia e pelo amor". Até o Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos da capital baiana, onde a manifestação se dispersou, a cantora Maria Gadu também cantou de cima do trio elétrico.

 Em São Paulo passaram pelo ato, cerca de  150 mil pessoas segundo os organizadores (a PM não fez estimativa).
Nas redes sociais, mulheres e homens postaram fotos e vídeos da resistência em cidades como Berlim, na Alemanha, em Londres, na Inglaterra, Paris, na França, em Dublin, na Irlanda, em Lisboa, em Portugal, na Barcelona, na Espanha, e até em Auckland, na Nova Zelândia. Segundo coletivos feministas, acontecem hoje cerca de 18 marchas organizadas em diversos países.


Os apoiadores de Bolsonaro tambem fizeram manifestações NO Rio de Janeiro se concentravam na Avenida Atlântica, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na altura do Posto 5. A Polícia Militar acompanhou a manifestação. Às 18h50, o Centro de Operações do Rio informou que as pistas, que estavam ocupadas desde as 14h pelos manifestantes, foram liberadas.
Fotos reprodução


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS