Meirelles diz que Temer o ‘encoraja’ a ser candidato a presidente - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


Meirelles diz que Temer o ‘encoraja’ a ser candidato a presidente

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 24 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

 Henrique Meirelles, poderá ser candidato a presidente  pelo PSD com apoio e Temer



O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira que o presidente Michel Temer o “incentiva” e “encoraja” para ser candidato a Presidência da República nas eleições de outubro. Ele reiterou que a decisão sobre a candidatura será tomada até abril. Meirelles é filiado ao PSD.
"Em todas as conversas que temos tido, ele (Temer) tem me incentivado muito a ser candidato, dado sugestões, etc. Ele tem manifestado, inclusive, muito entusiasmo, e me encorajado, dando muito força, dizendo: “acho importante, vá em frente”. Só vou definir se serei candidato em abril — disse Meirelles, em entrevista à “RedeTV!”.
Mais cedo, Meirelles admitiu disputar a Presidência da República numa eleição com o presidente Michel Temer, mas disse que uma estratégia vencedora seria ter um candidato único do governo, que pudesse defender o legado das reformas.
O ministro da Fazenda afirmou que a decisão de disputar o Palácio do Planalto vai depender, por exemplo, de aspectos políticos, como apoio de partidos para garantir tempo na televisão.
"Vai depender de aspectos políticos, como apoio. Eu não acredito em candidaturas avulsas, sem tempo de televisão. Tempo de TV é um fator, o apoio partidário é necessário" afirmou.
Para Meirelles, o baixo desempenho nas pesquisas eleitorais não é um impedimento para uma eventual candidatura. Ele citou o exemplo das eleições para a prefeitura de São Paulo, em 2016, quando João Dória (PSDB) saiu vencedor no primeiro turno, mesmo após iniciar a disputa com baixa intenção de voto.
O ministro descartou disputar uma vaga no Congresso Nacional ou sair como candidato a vice-presidente e repetiu que sua etapa como ministro da Fazenda está cumprida: "Essa fase de ministro, essa missão, está por ser cumprida. A minha opinião hoje é que esta fase está cumprida".


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação