Coreia do Norte ameçou afundar o Japão e reduzir o EUA a cinzas - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO


COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Coreia do Norte ameçou afundar o Japão e reduzir o EUA a cinzas

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 15 de setembro de 2017 - 0 Comentários


A Coreia do Norte ameaçou nesta quinta-feira (14) que vai usar armas nucleares para “afundar” o Japão e reduzir os Estados Unidos a “cinzas e escuridão”. A declaração é uma resposta ao apoio dos dois países a uma resolução e sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU)  contra o último teste nuclear do regime norte-coreano.
 O Juche é a ideologia governista do país que envolve o marxismo e uma forma de nacionalismo isolado pregado pelo fundador do Estado, Kim Il Sung, avô de Kim Jong Um, atual líder norte-coreano.
 O Conselho de Segurança da ONU decidiu, por unanimidade, que fica proibido exportações de produtos têxteis do país e limitou as importações de petróleo em 11 de setembro. As novas sanções são uma resposta ao teste nuclear. De acordo com o governo da Coreia do Norte, o  exercício com uma bomba de hidrogênio foi ‘bem-sucedido’.
O regime liderado por Kim Jong-un acusou a organização de ter se tornado em "uma ferramenta do mal" que serve aos EUA, e que ao invés de garantir a paz e a segurança, "destrói sem piedade".
"O Conselho de Segurança da ONU é composto por países sem princípios e, em consequência, uma ferramenta tão inútil deve ser dissolvida imediatamente", diz o comunicado da KCNA.
Coreia do Sul
Para a Coreia do Norte , é necessário "desferir um golpe" sobre os japoneses, que "não demonstraram razoabilidade", nem mesmo depois do lançamento de um míssil balístico intercontinental sobre o arquipélago, cujas ilhas "deveriam afundar no mar pela bomba nuclear Juche", conforme afirmou um porta-voz do Comitê Norte-Coreano para a Paz da Ásia-Pacífico em um comunicado divulgado pela agência KCNA. O exercício foi o mais poderoso da nação asiática, o que causou uma crise diplomática, aumentando ainda mais o clima de tensão.
O governo sul-coreano também foi alvo das ameaças. A nação está sendo chamada de “traidores” e “cachorros dos Estados Unidos” ao pedir sanções mais duras para seus "compatriotas".
"O grupo de traidores pró-americanos deve ser severamente punido e liquidado com um ataque de fogo para que eles não possam sobreviver. Só então, a nação coreana poderá prosperar em um território unificado", afirmou o comitê norte-coreano.
  Com informações da Agência Brasil


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif