IGHB promove curso sobre História da Bahia, inscrições abertas - Itiruçu Notícias - Você conectado com a informação
Arrow
NOTÍCIA EM DESTAQUE

Como começou o São Pedro de Itiruçu?

A maior festa do município de Itiruçu o São Pedro de Itiruçu já tem 62 anos de tradição. Segundo o professor e historiador Marcos Cesar, o São Pedro de Itiruçu tem origem nos anos 50 do séc XX, quando o médico Dr. Antenor Rodrigues Costa, que concluiu o curso de medicina e foi trabalhar na cidade de Maraú "Recôncavo da Bahia", mas resolveu mudar para outra cidade, mas que tivesse a terminação em u, e a cidade escolhida foi Itiruçu. Na época era raro ter médico em cidade pequena e DR, Antenor sentiu falta de lazer, pois Itiruçu não tinha o que oferecer em lazer, então resolveu reunir a sociedade itiruçuensse, e na reunião ficou decidido a criação de um clube social. O Senhor Vivaldo Bastos fez a doação do terreno, localizado na Rua Presidente Vargas, onde hoje se encontra o Posto de Saúde. Com a contribuição em dinheiro e mão de obra, ergue-se o clube, que foi batizado com o nome de "Sociedade Lítero Recreativa de Itiruçu" (SLRI) sendo inaugurado em 1956, com grande festejos e pompas, dando inicio naquele ano a festa de São Pedro...CONTINUE LENDO

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus.
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa àqueles que o buscam.” - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS



BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

IGHB promove curso sobre História da Bahia, inscrições abertas

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 3 de agosto de 2017 - 0 Comentários


O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia encontra-se com inscrições abertas para o Curso História da Bahia. As aulas, com início dia 7 de agosto, serão ministradas pela professora doutora Antonietta D´Aguiar Nunes, acontecendo sempre uma semana por mês, entre agosto a novembro (das 14h às 18h), com carga horária de 80 horas. O IGHB é apoiado pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

Durante o curso serão debatidos temas como a Pré-História Brasileira e Baiana; capitanias hereditárias; primeiros engenhos e negros vindos para o Brasil; o séc. XVIII baiano: ouro em Rio de Contas e Jacobina; Revolução dos Búzios; a província da Bahia do sec. XIX; a Bahia republicana; arte moderna na Bahia; revolução de 1930 e a chamada Era Vargas, dentre outros.
Estão sendo oferecidas 180 vagas. A taxa de inscrição é R$ 150, que pode ser feita pelo site www.ighb.org.br – Informações: Avenida Joana Angélica, 43, Piedade, e tel. 71 3329 4463 (das 13h às 18h).

O material de apoio do curso é o livro História Baiana – dos Tempos Pré-Históricos ao Brasil Reino, de autoria da professora Antonietta Nunes. Editado pela Kalango e lançado em maio deste ano, o livro começa nos tempos pré-históricos em que menciona os registros dessa época existentes na Bahia, fala dos indígenas que aqui habitavam quando os portugueses chegaram, das primeiras expedições exploradoras, guarda-costeirs e colonizadora, antes de mencionar o sistema de capitanias e falar das que primitivamente compuseram o território do hoje estado da Bahia. Traz práticas tabelas relacionando os administradores civis e eclesiásticos e os principais acontecimentos na gestão de cada um deles.

Trata da exploração econômica da terra, da defesa militar e da sociedade e cultura na Bahia colonial. Conclui com a elevação do Brasil a Reino, unido aos de Portugal e ao de Algarves, recém-criado, formando a comunidade lusófona de nações, submetida à mesma autoridade monárquica. Menciona, com breves históricos, cerca de 200 monumentos que devem ser conhecidos e visitados por soteropolitanos e turistas. No final, traz um glossário com explicação do sentido de certos termos usados que, ou são pouco conhecidos, ou têm outra significação em nossos dias.
Sobre a instrutora: Antonietta D´Aguiar Nunes  é graduada em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Mestre e Doutora pela Universidade Federal da Bahia, onde também lecionou a disciplina de História da Educação. Atuou como Historiógrafa do Arquivo Público do Estado da Bahia entre 1981 e 2001. É instrutora, desde 2011, do Curso História da Bahia.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS