Nordeste ocupa segundo lugar no ranking de nascimento de empresas - Itiruçu Notícias
Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook




Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias


Campanha


As mais visitadas


Colunistas

O Seu Direito

Êta, Lê, Lê


Utilidade Pública


CENIPA

PM

Nordeste ocupa segundo lugar no ranking de nascimento de empresas

Edição: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 29 de maio de 2017 - 0 Comentários


Segundo dados do Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, no primeiro mês de 2017 foram criadas 194.199 empresas no país, o maior número para o período desde 2010. O resultado é 16,6% superior se comparado ao mesmo mês de 2016.
A região Nordeste ocupa o segundo lugar no ranking de nascimento de empresas, com 35.560 empreendimentos inaugurados, atrás apenas da região Sudeste, que teve 98.804 novos negócios abertos em janeiro de 2017.
Os dados apontam ainda, que a microempresa individual, a famosa MEI, foi o tipo de empresa mais criada no país com 159.522 aberturas. Para a Seresa o empreendedorismo de necessidade é o responsável pela criação de novas empresas no país. Isso porque o desemprego elevado faz com que as pessoas busquem novas fontes de renda através da abertura de novos negócios.
Para o administrador de empresas e sócio fundador da EML RH, Eduardo Fiúza Lobo, “esses números revelam dois aspectos interessantes, um deles é negativo, que confirmam o aumento do desemprego, e o outro positivo, é que ser empreendedor pode gerar uma renda maior do que a média brasileira e gerar novos empregos”, explica.

Ainda segundo a Seresa, o setor de serviços é o mais procurado por quem quer empreender: em janeiro de 2017, 124.340 novas empresas surgiram neste segmento, o equivalente a 64% do total. Eduardo Lobo explica que o setor de serviço para os empreendedores é mais atrativo porque existe uma necessidade menor de capital inicial, normalmente a documentação e licenças exigidas pelo governo são mais simples, e o empreendedor pode utilizar sua própria casa como escritório ou utilizar escritório virtuais e coworking, uma alternativa de menor custo em relação ao aluguel ou compra de imóvel.
Um outro destaque nesse ambiente de crise é o setor de Serviço o Franchising, setor de franquias. “Ele se destaca muito por ser uma opção mais segura”, explica o Eduardo Lobo.
Vale lembrar que além da segurança existem franquias que se destacam pelo baixo investimento, o que desmistifica a afirmação de que para investir em franquias é preciso muito dinheiro. Um exemplo é a franquia JAN-PRO, uma rede norte-americana que oferece serviços profissionais de limpeza, com diferentes formatos de franquia, que custam entre 8,4 mil e 78 mil reais. Segundo Rodolfo Kobus, Diretor Regional da Jan-Pro Salvador, a empresa está presente na Bahia desde 2013 e cresce mesmo em meio à crise. Ele afirma que para 2017 a expectativa é que a Jan-Pro dobre de tamanho.
Informações Jornalista Lise Lobo


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241