Ex-prefeito de Jequié é multado em R$15 mil pelo TCM - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Ex-prefeito de Jequié é multado em R$15 mil pelo TCM

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 23 de março de 2017 - 0 Comentários





O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quarta-feira (22/03), considerou procedente o relatório da auditoria realizada na Prefeitura de Jequié para verificação de irregularidades no pagamento de empresas contratadas para prestação de serviços mediante terceirização, na gestão de Luiz Carlos Souza Amaral, no exercício de 2012. A inspeção foi solicitada pelo Ministério Público Estadual, através do promotor Rômulo de Andrade Moreira, visando instruir procedimento administrativo em tramitação na Procuradoria Estadual.
O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, aplicou uma multa de R$15 mil ao ex-prefeito e destacou ser inadmissível que a Administração Pública mantenha relações contratuais com empresas privadas de serviços ditos como essenciais, sem que seja observado sequer os prazos de pagamento, fato este que pode vir a comprometer até mesmo a manutenção dos serviços contratados.
A equipe técnica constatou a ocorrência de atrasos nos pagamentos dos credores Locar Saneamento Ambiental, COORPETRAN – Cooperativa de Transportes Alternativos do Estado da Bahia e BVM Locação de Veículos, bem como a existência de débitos com as empresas BVM, no importe aproximado de R$1.000.000,00, e com a Locar, no valor total de R$ 2.310.337,47.
Foi apurado ainda que a própria Prefeitura solicitou à empresa responsável pela limpeza pública, Locar Saneamento Ambiental, que reduzisse os serviços de limpeza no Município, o que ensejou a queda da qualidade dos serviços prestados.
Foto Reprodução


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores