Prefeito pede desculpa por entregar chave da cidade a Deus - Itiruçu Notícias
Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook




Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias


Campanha


As mais visitadas


Colunistas

O Seu Direito

Êta, Lê, Lê


Utilidade Pública


CENIPA

PM

Prefeito pede desculpa por entregar chave da cidade a Deus

Por: Itiruçu Notícias - - quarta-feira, 4 de janeiro de 2017 - 0 Comentários


Depois de 'entregar a chave da cidade a Deus', o prefeito de Guanambi (cidade no sudoeste da Bahia), Jairo Magalhães (PSB), pediu desculpas à população, e disse que não estará "na contramão da sociedade brasileira", e que "a pluralidade e a diversidade religiosa será (sic) respeitada em toda a gestão".
O primeiro decreto do prefeito, assinado na segunda-feira (2) - primeiro dia útil de sua gestão, ele afirmou ter foi designado "designado por Deus", e, portanto, estabeleceu que "todos os Principados e Potestades, governadores deste mundo tenebroso, e as forças espirituais do mal, nesta cidade, estarão sujeitas (sic) ao Senhor Jesus Cristo de Nazaré".

Na nota em que pede desculpas, Jairo Magalhães nega ter ferido o princípio de laicidade do Estado, e diz que "não teve como intenção causar nenhuma dissensão ou debate de cunho religioso". "A real intenção da publicação, diante do ambiente de intolerância e assustadora violência que atormenta as famílias e a sociedade, foi de apelar a todas as crenças, suplicando a mesma proteção de Deus, que é rogado na nossa Constituição".
O prefeito diz ainda que respeita "todos os credos", e que "sempre defendeu e ajudou a aprovar por meio do seu voto, parcerias e projetos de interesse social, com as mais diversas entidades religiosas, ou não".
Informações via Brasil 247


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241