Itiruçu: Estatuto do servidor traz retrocessos diz Sindicatos - SINSERV - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Itiruçu: Estatuto do servidor traz retrocessos diz Sindicatos - SINSERV

Por: Ed Santos - sexta-feira, 25 de novembro de 2016 - 0 Comentários

Resultado de imagem para Plano de Cargos e Salários

Funcionários públicos do município de Itiruçu reuniram-se no auditório da Câmara de Vereadores, juntamente com a diretoria do SINVSERV (Sindicatos dos Servidores Públicos de Jequié e Região) para discutir o novo projeto de lei que trata do Estatuto, Sistema de Previdência e Plano de Carreira, Cargos e Salários dos Servidores da Administração Direta. A lei que regulamenta estes princípios dos servidores municipais é do final da década de 90, e é uma reivindicação da classe que se fizesse melhorias. No entanto, o novo projeto de autoria do executivo, ou seja da atual gestão, já começa a causar dores de cabeça, pois o que seria para atualizar e melhorar as condições de trabalho no município, traz mesmo é atrasos se comparado até mesmo com o que está em vigor. 

De posse do projeto, os servidores municipais questionam situações que configuram perdas salariais com o projeto, a exemplo do anuênio que passaria a ser quinquênio, ou seja, pela lei atual os servidores teriam direitos a reajustes acima do mínimo todo ano, o que já não é cumprido, apesar de ser lei, já com o projeto, só a cada cinco anos. De acordo com Vinicius, vice-presidente do Sinserv,  “outro ponto é a questão das atribuições dos cargos públicos, onde apresenta muita confusão e brechas para abusos e desvios de função contra vontade do servidor, quando fala de exercer atividades correlatas, sem especificar quais, abre margem para abusos de superiores.”  

Outro ponto questionado por exemplo é para a função de Agente de Portaria, segundo um dos agentes, o projeto cita de forma correta controlar entrada e saída de pessoas, mas entra em pontos estranhos quando cita receber e transmitir recados, trabalhar com alimentos (cozinha) e até limpeza, o que seria um claro extravio da função original segundo o Catálogo Brasileiro de Ocupações—CBO que descreve, que o Agente de Portaria tem como função {Fiscalizar e guardar o patrimônio e exercem a observação, edifícios públicos, percorrendo-os sistematicamente e inspecionando suas dependências, prevenindo perdas, evitando e prevenindo acidentes, atento a entrada de pessoas estranhas e outras anormalidades; controlam fluxo de pessoas, identificando, orientando e encaminhando-as para os lugares desejados}. Outro ponto questionável quanto a vicio no projeto, é no que tange a profissão de pedreiro, onde se recomenda que ele execute pinturas, uma vez que já há no mesmo projeto previsões para pintores, que fariam o mesmo trabalho.



 
Por Edsantos/Itiruçu Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação