Funceb e IRDEB assinam convênio para divulgar a literatura baiana - Itiruçu Notícias
Arrow
Campeonato Brasileiro Serie C - Juazeirense x Remo Ao Vivo

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Funceb e IRDEB assinam convênio para divulgar a literatura baiana

Por: Itiruçu Notícias - - sábado, 27 de agosto de 2016 - 0 Comentários


O projeto Grafias eletrônicas, criado pela Coordenação de Literatura/Dirart da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), consiste na realização de concurso para a seleção de até 20 (vinte) textos literários de autores baianos, que serão transformados em produtos audiovisuais para serem veiculados nos canais de comunicação da emissora do Instituto Radiodifusão Educativa da Bahia – IRDEB (TV Educativa, WEB e Rádio Educadora) e das entidades vinculadas ao projeto.
A parceira para a realização do projeto Grafias Eletrônicas será um meio de incentivar e divulgar os escritores e a literatura baiana, através das emissoras do IRDEB - TVE, do portal do IRDEB e da Rádio Educadora - valorizando a grade de programação com conteúdos regionais. 

O IRDEB realizará também, em conjunto com a Funceb,  a análise das obras inscritas pelos artistas disponibilizará equipe técnica para a realização das gravações e edições dos vídeos, além de viabilizar a veiculação dos vídeos, nos intervalos publicitários da TV Educativa da Bahia, portal do IRDEB e na Rádio Educadora.
Fernanda Tourinho, diretora da Funceb, e Flavio Gonçalves, diretor do IRDEB, assinaram, um convênio de cooperação para a realização do projeto Grafias Eletrônicas. Também participaram do ato Karina Rabinovitz, coordenadora de Literatura daFunceb, e Janaína Rocha, assessora de Conteúdos e Projetos Colaborativos do Irdeb.

O objetivo do projeto, que é criar um espaço contemporâneo para a difusão dos artistas da palavra e a literatura baiana, através do diálogo com o vídeo e as novas tecnologias, está alinhado com a missão do IRDEB de desenvolver comunicação de interesse público, por meio da Rádio, TV e WEB, para fortalecer a diversidade cultural, a cidadania e a democracia, valorizando a ética, transparência, responsabilidade socioambiental, respeito a diversidade, criatividade e valorização dos colaboradores.
“Quero aproveitar a oportunidade para reforçar que o instituto está aberto para propostas de atividades culturais, que podem ser realizadas no Teatro do Irdeb ou que possam ser construídas junto, mostrando aos jovens, especialmente, que eles têm como participar”, considerou Flavio.

“A gente tem muito a contribuir, a própria Escola de Dança da Funceb, com este projeto #DançaEmMovimento, é um exemplo disso, pois é uma realização de alunos da instituição, que mostram que podem ter este empoderamento”, comentou Fernanda, lembrando também que o Neojiba irá encontrar com alunos da Escola em apresentação da Sagração da Primavera, no TCA.
A gestora ainda lembrou de ações como o site que está sendo preparado para filarmônicas, o Mapa Musical e o Mapa da Palavra como iniciativas com possibilidades de parceria com o Irdeb. Durante o encontro foi debatido o caminho aberto para exibição de vídeos, algo que já ocorre com produções como o Corte Seco, da Dimas/Funceb, e que pode ser ampliado.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif