“A Bahia não aceita ser retaliada”, diz Alex Lima - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


“A Bahia não aceita ser retaliada”, diz Alex Lima

Por: Itiruçu Notícias - quarta-feira, 18 de maio de 2016 - 0 Comentários


O deputado estadual Alex Lima (PTN) não recebeu bem a notícia de que o governo federal revogou a construção de 11,250 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida. Para o parlamentar, a população não pode sofrer por conta das brigas políticas. “É evidente que estamos em um momento de instabilidade política, mas a população não deve pagar a conta das brigas no governo federal. Em nome do nosso estado e de muitos nordestinos que sonham com a casa própria, afirmo que a Bahia não aceita ser retaliada dessa forma”, afirmou o parlamentar.

As obras previstas seriam administradas por entidades escolhidas pelo governo e destinadas à faixa 1 do programa, que atende famílias com renda mensal de até R$ 1.800. Por meio de nota, o Ministério das Cidades afirmou que a decisão é uma “medida de cautela” e a revogação das portarias que habilitam a contratação de unidades habitacionais representa 1,5% de todo programa. No entanto, somente no município de Alagoinhas, 264 unidades do Minha Casa Minha Vida tiveram a construção cancelada.

Presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, Alex Lima defende outras formas de economia, sem alterar os programas sociais. “Se a revogação foi feita por falta de recursos para execução, sugiro que outros setores sejam revistos para que os programas sociais não sofram alterações. Espero que uma solução justa seja encontrada, pois as brigas políticas devem ficar de lado para que a população não sofra”, disse o deputado.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação