MPF denuncia duas pessoas por saque fraudulento de FGTS - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


MPF denuncia duas pessoas por saque fraudulento de FGTS

Por: Itiruçu Notícias - sábado, 19 de março de 2016 - 0 Comentários





O Ministério Público Federal (MPF) em Vitória da Conquista/BA ofereceu denúncia contra Danilo Cardoso dos Santos e Ricardo da Silva Souza por saque fraudulento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que configura crime de estelionato. Os dois ainda devem responder pela inserção de dados falsos em sistemas de informações, por alterarem informações no banco de dados trabalhistas administrado pela Caixa Econômica Federal.
De acordo com a denúncia, Souza falsificava carteiras de identidade e de trabalho e outros documentos, enquanto Santos ficava responsável por realizar os saques nas agências da Caixa. Os denunciados ainda teriam acessado e alterado o aplicativo Conectividade Social ICP – sistema privado da Caixa – para adição de dados sobre supostas demissões das vítimas.

Em janeiro desse ano, após tentativa fracassada no município baiano de Itambé, Souza e Santos conseguiram sacar R$ 4.092,00 na cidade de Itapetinga, em nome de Wambergue Pedreira Soares. No mesmo mês, após duas tentativas malsucedidas em Cândido Sales/BA, os denunciados dirigiram-se a uma agência da Caixa em Vitória da Conquista, distante 516km de Salvador, com documentos falsos de José Carlos de Jesus Santos, e realizaram o saque de R$ 6.938,26.

O gerente dessa última agência suspeitou da ação e acionou a Polícia Civil que, em conjunto com a Polícia Federal, prendeu Santos em flagrante. Souza, que esperava no carro, conseguiu fugir. Ricardo da Silva Souza continua foragido. Ele possui residência em Itororó e é irmão de vereador do município.
O MPF requer a condenação dos denunciados no art. 171 (Estelionato), § 3º do Código Penal, que prevê pena de reclusão, de um a cinco anos, e multa; e no artigo 313-A (Inserção de dados falsos em sistema de informações) da mesma legislação, que prevê pena de reclusão, de dois a 12 anos.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação