Deputado disse que “sindicato baiano desviou imposto sindical para eleger Lula” - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Deputado disse que “sindicato baiano desviou imposto sindical para eleger Lula”

Por: Itiruçu Notícias - - quinta-feira, 3 de março de 2016 - 0 Comentários


“A imprensa nacional noticia hoje que o Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia usou o imposto sindical na eleição de Lula à Presidência em 2002”, denuncia o deputado federal José Carlos Aleluia. Segundo ele, trata-se de mais um ato criminoso do qual participaram muitos petistas baianos, que, na época, eram dirigentes sindicais e hoje ocupam cargos importantes nos Poderes Executivo e Legislativo.

“Está na hora de o Ministério Público investigar esse conluio que desvia ilegalmente o dinheiro do trabalhador para fins políticos”, cobra o presidente estadual do Democratas. O desrespeito à lei eleitoral, que proíbe os sindicatos e associações de fazerem doações eleitorais, foi revelado pelo ex-gerente de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi, o “Bacalhau”, em depoimento ao site institucional “Memória Petrobras”, tema de reportagem da Folha de São Paulo, nesta quinta-feira (03).

Para Aleluia, a convicção de impunidade dos petistas é tanta que atos ilícitos desta natureza ficam à exposição pública. “É inacreditável! Registra-se na história o crime como se fosse uma glória. Os órgãos de fiscalização não podem se omitir diante de tanto escárnio com a sociedade brasileira”, afirma.

O líder democrata assinala que o desvio do imposto sindical para campanhas do PT não foi revertido em nada para os trabalhadores, que pagam o tributo. “Muito pelo contrário. Enquanto os trabalhadores brasileiros sofrem com o desemprego e a inflação numa economia em profunda recessão, os petistas eleitos com os recursos do imposto sindical ascendem socialmente e vivem muito bem, morando até em suntuosos apartamentos na Vitória”. Pela direção do Sindicato dos Químicos e Petroleiros do Estado da Bahia, já passaram o ministro Jaques Wagner, o governador Rui Costa, o secretário estadual Carlos Martins e outros.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum