Nossas redes sociais

some text  some text  some text  some text  some text  some text  some text 

"Viver como se cada instante fosse um milagre"
Arrow

Ouça Web Rádio Itirussu no seu celular ou tablet

Ouça nossa rádio em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads

“É preciso investigação plena das conversas entre Moro e Dallagnol”, diz deputado do PSB

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 11 de junho de 2019 - 0 Comentários





O deputado estadual Marcelo Veiga (PSB), vice-líder do governo Rui Costa (PT) na Assembleia legislativa da Bahia (Alba), foi mais um dos políticos que questionou a atuação do ex-juiz federal Sérgio Moro e do procurador Deltan Dallagnol e cobrou investigação plena do caso. Nesta terça-feira (11), o parlamentar que é formado em Direito, avaliou o vazamento dos diálogos divulgado em série de matéria do site The Intercept Brasil e considerou o caso como “estarrecedor” e de “escândalo político”, pois os editores do site disseram que há muito material que fundamenta a participação de ambos os juristas para direcionar a operação Lava Jato contra o ex-presidente  Lula e contra o PT, para que não conseguissem eleger o presidente da República.

“É escandaloso porque o juiz agora é ministro do presidente que ele ajudou a eleger. Já que nas pesquisas Lula venceria em primeiro turno, isso se torna ainda mais grave. As conversas vazadas mostram a atuação conjunta de Moro e Dallagnol para deter a vitória de Fernando Haddad, além de antecipar a prisão de Lula e apresentar provas consideradas inconsistentes para a opinião pública. Tudo isso de forma ilegal juridicamente. E podemos até parafrasear Moro quando ele liberou diálogos privados de Lula e Dilma: ‘O problema não é o vazamento dos diálogos, é o diálogo em si, uma ação visando burlar a justiça’ contra um grupo político para se beneficiar. E tem outra: ‘Não eram exatamente conversas republicanas’”, critica Marcelo Veiga.

De acordo com o deputado, “a situação coloca em xeque a atuação tida como isenta da força tarefa da Lava Jato com essa manobra jurídico-política”. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sugeriu até o afastamento de Moro de Dallagnol por meio de nota emitida para a imprensa. Nesta terça, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, informou que a Segunda Turma da Corte deve julgar no dia 25 de junho um habeas corpus em que a defesa do ex-presidente Lula pede que seja declarada a suspeição do então juiz Moro no julgamento do caso do triplex no Guarujá. O argumento da defesa é o fato de Moro ter aceitado, em novembro, o convite para o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro.

Fotos Jonas Santos


Não se esqueça de ler isso também ...

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Web Rádio do Blog Itiruçu Notícias com transmissão utilizando a tecnologia streaming. Web Rádio Itirussu, conectada com você!
   
Baixe aqui app Web Rádio Itirussu


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


PUBLICIDADE