Arrow


Kannário é acusado de fazer apologia a facção no carnaval

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 3 de março de 2019 - 0 Comentários


O deputado estadual Capitão Alden (PSL) declarou que acionará o Ministério Público (MP) contra o deputado federal e cantor Igor Kannário (DEM). Alden afirma que Kannário se apresentou nesta sexta-feira (1º), em um trio sem cordas na Barra, com o nome de uma facção criminosa estampado no braço.

“Em flagrante apologia ao crime, se definiu como o comandante do ‘comando da paz’. Acionarei o Ministério Público e encaminharei à Câmara dos Deputados uma denúncia para que o Conselho de Ética julgue a sua conduta, desafiadora da moral e dos bons costumes”, disse Alden em vídeo compartilhado no Instagram.

Para o parlamentar estadual, Kannário afrontou o comandante geral da Polícia Militar ao apresentar-se "fardado de Comandante da Facção Criminosa ‘CP’". “Ele está mostrando que ele também é comandante”, disse Alden.
Em entrevista à TV Bahia durante desfile do trio, Kannário atribuiu o termo “comando da paz” a uma homenagem à Polícia Militar.

O prefeito ACM Neto (DEM) rebateu as acusações de que o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM) estaria fazendo apologia a uma facção criminosa no Carnaval de Salvador. Durante coletiva realizada na manhã deste sábado (02), no Campo Grande, o democrata reclamou da polêmica criada em torno da fantasia de policial militar usada por Kannário no circuito Dodô (Barra-Ondina), na sexta-feira (1º).
Em vídeos espalhados pela internet, feitos durante a passagem do bloco em frente ao pelotão da Polícia Militar, Kannário é vaiado e mostra o dedo do meio para policiais e foliões que se posicionaram contrários à sua atitude.
Informações / Bahia Notícias / Itiruçu Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar