Arrow


Homem confessa que matou esposa após flagrar traição

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019 - 0 Comentários


Um homem confessou ter matado a esposa ao ver a companheira com outro. Adão de Carvalho Júnior, até então apontado como suspeito, admitiu ter dado um “mata-leão” e golpeado Bruna Aparecida Rodrigues Pediani, de 30 anos, com uma faca, em Mogi Mirim, São Paulo por conta da traição. As informações são do G1.

Júnior estava desaparecido desde que o corpo de Bruna foi encontrado, em 1 de fevereiro – estima-se que o crime tenha ocorrido em 28 de janeiro, data em que ela desapareceu.

O suspeito ficou 21 dias foragido. A PM cumpriu o mandado de prisão preventiva após saber que o suspeito estava morando em Itanhaém, no litoral paulista. No domingo, ele foi à Praia Grande, onde aguardava uma carona para retornar à Mogi Mirim.

Em depoimento à polícia, Júnior contou que consumia crack com Bruna no dia do crime. Quando a droga acabou, um conhecido levou mais entorpecentes até a casa dos dois, passando a usar com eles. Novamente, a droga acabou e, desta vez, Júnior é quem saiu para comprar mais.

Ao retornar à residência, porém, ele flagrou Bruna o traindo com o homem, que fugiu. Confessou então ter dado um “mata-leão” na companheira e golpeou-a com uma faca no peito. Ele deixou o objeto cravado no corpo de Bruna e fugiu.

Júnior está preso no Centro de Detenção Provisória de Praia Grande (SP), onde deverá ficar recolhido e à disposição da Justiça.
Yahoo Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar