Terra ocupada foi reintegrada no Entroncamento de Jaguaquara - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


Terra ocupada foi reintegrada no Entroncamento de Jaguaquara

Por: Ed Santos - terça-feira, 27 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

Após a leitura da ordem judicial foi dado ordem para a desocupação para demolição do Barracos



Nesta data de 27/02, no Entroncamento de Jaguaquara foi cumprido o mandado judicial de Reintegração de Posse, nº 8001084-63.2017.8.05.0138, executado pelo oficial de justiça da comarca de Jaguaquara, com apoio da Polícia militar, sob comando do Cap PM Isaías, que garantiu a ordem e a segurança para que a decisão judicial fosse lida pelo oficial de justiça, o qual foi recebido sem resistência por parte dos assentados. Contou-se também com a presença de todos os órgãos  necessários à ação:
▪ Companhia Especial do 19º BPM
▪ 8º Grupamento de bombeiros
▪ Conselho Tutelar de Jaguaquara
▪Unidade móvel de saúde.
▪ Representante da empresa proprietária da fazenda.

Após a leitura da ordem judicial foi dado um tempo para que os assentados retirassem seus pertences do local, bem como aguardou-se a saída destes, para que o maquinário começasse a demolição. Foram relacionados no local de 23 ( vinte e três) ocupantes e uma média de 30( trinta)”barracos”. 
Os proprietários do imóvel rural se responsabilizaram pela contratação de maquinário pra efetuar a limpeza da terra, assim como a demolição das estruturas deixadas pelos invasores, bem como veículos que foram utilizados para remoção dos pertences daquelas famílias ali acampadas.
A Operação foi finalizada, sem nenhum conflito.

O terreno estava ocupado há mais de um ano, quando circulou a informação de que o terreno havia sido doado pela justiça, o que levou muita gente a se posicionar no terreno, porém informação que não se sustentou e ainda na época com a presença das autoridades jurídicas parte das terras ocupadas, cujos verdadeiros proprietários tinham documentos foram reintegrada.Uma segunda parte, esta da atual reintegração permaneceu ocupada por assentados que inclusive começaram a cultivar na terra.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação