Depois de diversas manobras Michel Temer se mantem na presidência - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Depois de diversas manobras Michel Temer se mantem na presidência

Por: Itiruçu Notícias - - quarta-feira, 2 de agosto de 2017 - 0 Comentários


O presidente Michel Temer mesmo com a rejeição população de mais de 90% da população conseguiu barra na câmara do Deputados a denuncia de corrupção passiva, comprovadas pela delação e gravação de áudio entre Temer e um dos diretores da JBS.
Na votação  263  votos para o sim ao relatório que rejeitava a denuncia, 227 contra, 19 ausência e  2 abstenções.
Para conseguir  barrar ao andamento das denúncias , Michel Temer liberou R$ 19,5 milhões para três dos quatro ministros do PSDB que integram o seu governo. A medida beneficiou projetos apresentados pelos ministros tucanos da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e das Cidades, Bruno Araújo. A ministra de Direitos Humanos, Luislinda Valois, não é parlamentar. O apoio do PSDB, que ameaça desembarcar do governo, é considerado fundamental por Temer para barrar a denúncia na Câmara.
Temer ainda  exonerou dez ministros, incluindo seu articulador Antônio Imbassahy, do PSDB, para comandar a operação para salvar o cargo. Segundo informações do do site 247Brasil a operação custou cerca de R$ 17 bilhões, em emendas e perdões de dívidas de setores como o ruralista, que ajuda a formar a base do governo.
Veja como votou os Deputados baianos:

Votarão pelo arquivamento do processo contra Michel Temer:
Antonio Imbassahy PSDB
Arthur Oliveira Maia PPS
Benito Gama PTB
Cacá Leão PP
Claudio Cajado DEM
Elmar Nascimento DEM
Erivelton Santana PEN
João Carlos Bacelar PR
José Carlos Aleluia DEM
José Carlos Araújo PR
José Rocha PR
Lucio Vieira Lima PMDB
Márcio Marinho PRB BA
Mário Negromonte Jr. PP
Pastor Luciano Braga PRB
Paulo Azi DEM
Roberto Britto PP

Votarão a favor  da continuação do processo contra Michel Temer:
Afonso Florence PT
Alice Portugal PCdoB
Antonio Brito PSD
Bacelar Podemos
Bebeto PSB
Caetano PT
Daniel Almeida PCdoB
Félix Mendonça Júnior PDT
Fernando Torres PSD
Irmão Lazaro PSC
João Gualberto PSDB
Jorge Solla PT
José Nunes PSD
Josias Gomes PT
Jutahy Junior PSDB
Nelson Pellegrino PT
Paulo Magalhães PSD
Sérgio Brito PSD
Uldurico Junior PV
Valmir Assunção PT
Waldenor Pereira PT

Aguardem vídeos da votação dos deputados baianos:


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum