Justiça Eleitoral pode cassar o mandato da Prefeita de Aurelino Leal - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Justiça Eleitoral pode cassar o mandato da Prefeita de Aurelino Leal

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 8 de maio de 2017 - 0 Comentários

A Prefeita de Aurelino Leal, Elisângela Ramos (PP-BA), reeleita nas eleições do ano passado, popularmente conhecida como “Liu Andrade” da Coligação " Aurelino Leal Não Pode Parar!"(PRB, PDT, PT, PEN, PSD, PP, PHS, PSDB, PTC),   município localizado a 380 km da capital baiana, pode ter o mandato cassado caso seja comprovado pela Justiça Eleitoral as denúncias de crimes eleitorais cometidos pela gestora durante campanha à reeleição. O PSOL entrou com uma Ação de Investigação Judicial, processo nº 0000349.-72.2016.6.05.0073, para apurar indícios .de compra de votos, utilização indevida do dinheiro público com fins eleitorais, abuso de poder econômico e campanha antecipada em veículos de comunicação da região.  Nesta sexta-feira(5) a Justiça cassou o mandato do prefeito de São Mateus, Daniel Barbosa, por ter feito distribuição de água irregular no período de campanha.

O julgamento da Ação será em 15 de maio, às 9:30hs, no Fórum de Ubaitaba, com base na Lei Complementar nº 64\90, onde a atual prefeita terá que responder às acusações e comprovar  idoneidade para não perder  a administração municipal ou ser obrigada a pagar uma multa indenizatória. Caso o mandato seja cassado, serão realizadas novas eleições na cidade. “Diante do contexto de crise política e escândalos de corrupção precisamos, mais do que nunca, denunciar a utilização do dinheiro público para comprar votos.É um absurdo explorar a pobreza e exclusão da população para se manter no poder. O município encontra-se estagnado, fruto dos desvios que foram feitos no período da campanha”, afirma o Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos.

O Presidente do PSOL de Aurelino Leal, Cristiano Pablo, destaca que o PSOL participa dos processos eleitorais de forma “limpa”, de acordo com as regras exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE ). “  Elisângela infringiu as leis  para garantir a reeleição!”, criticou.  A  agente de saúde do município, Eliane Rodrigues, frisa que os cidadãos “pagam o preço” dos desvios de verba pública. “ Esse dinheiro poderia ter sido investido na Saúde e na Educação mas, infelizmente, foi usado para objetivos particulares”, lamentou. O candidato a prefeito do PSOL no município, Toinho Cearense, ficou no segundo lugar na corrida eleitoral. 
informações Jaqueline Barreto


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif