Substância química, pode ter alterado a formula da água - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha

EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO

COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Substância química, pode ter alterado a formula da água

Por: Itiruçu Notícias - - quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 - 0 Comentários


O impasse em relação à qualidade da água fornecida pela embasa ainda gera muitas duvidas e medo na população de Itiruçu e região. Informações constam que a substancia que supostamente teria sido usada para acelerara a limpeza da água da Embasa teria sido Sulfato de Alumínio.
A utilização inadequada desta substancia pode ser perigosa ao meio ambiente e também aos seres humanos. O sulfato de alumínio pode ser absorvido pela pele, pelos olhos e pelas vias respiratórias, causando irritação local e os aparecimentos de sintomas sistêmicos. Como irritação na  pele, olhos e mucosas. Além de  causar irritação e queimaduras na mucosa oral, esôfago e estômago.
Coincidentemente muitas pessoas na cidade de Itiruçu que tiveram contato com a água apresentaram alguns destes  sintomas. Porem na Nota Técnica da Embasa não explica  claramente, apenas diz que a agua supostamente de qualidade duvidosa, que vem  sendo distribuída foi causada porque em função das chuvas, ocorrerão mudanças bruscas nas características físicas químicas e organolépticas da água bruta no manancial, sendo necessário a Embasa a alterar seus processos de tratamento, para manutenção qualidade". Porem a  empresa não revelou quais método usados e em que proporção foi usada. Os procedimentos foram corretos ou houve erro humano?

Caso seja comprovado o excesso Sulfato de Alumínio a preocupação deve aumentar pois segundo pesquisas médicas mostram de forma cada vez mais precisa o papel do alumínio como fator que desencadeia doenças autoimunes ou como fator que acelera a degeneração do sistema nervoso (Alzheimer).
Alem de poder provocar: perda gradual de força e coordenação muscular., esclerose múltipla, afeta o revestimento das articulações, causando um inchaço doloroso que pode, eventualmente, resultar em erosão óssea e deformidade articular além o mal de Parkinson.

Preocupante a situação e a solução quem pode dá?


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif