Família suspende velório por achar que jovem ressuscitaria - Itiruçu Notícias - Você conectado com a informação
Arrow
NOTÍCIA EM DESTAQUE

Heron Castro recebe apoio do deputado mais votado da Bahia

As eleições 2020 caminha mesmo para ter três candidatos em Itiruçu. Nesta sexta-feira (09) o nome do empresario Heron Castro voltou a ficar em destaque.
Segundo informações o empresario recebeu o convite do Deputado Federal Pastor Sargento Isidório (AVANTE) para um encontro tendo como tema as eleições 2020 e os apoios políticos.
A decisão do Deputado Isidoro foi tomada após avaliações do cenário político no município.
O Deputado Federal Pastor Sargento Isidório foi o mais votado da Bahia, com 323 mil votos nas ultimas eleições. No encontro foram discutidos diversos assuntos, entre eles, o Deputado deixou o Partido Avante a disposição de Heron Castro para sua candidatura em 2020 além de seu apoio político. ..CONTINUE LENDO

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus.
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa àqueles que o buscam.” - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS



BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Família suspende velório por achar que jovem ressuscitaria

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 7 de janeiro de 2019 - 0 Comentários


A família de uma jovem de 23 anos que morreu na última quinta-feira (3) em Delmiro Gouveia, no sertão de Alagoas, suspendeu o velório e chegou a retirar o corpo do caixão por acreditar que ela ressuscitaria.

Inconformados com a morte de Jéssica Lima, vítima de infecção generalizada, os pais, muito religiosos, acreditaram quando outros parentes disseram que o corpo da jovem não estava gelado e rígido. Alguns disseram ter visto a mulher se mexer, segundo a polícia. Uma outra familiar, evangélica, afirmou ter feito orações e recebido a resposta de que Jéssica ressuscitaria no dia seguinte.

Dois médicos tiveram que ir até a casa da família, onde ocorria o velório, para examinar o corpo e reforçar que a jovem estava morta. Os parentes de Jéssica só concordaram em prosseguir com o enterro quando algumas partes do corpo da jovem já aparentavam estar em estágio de decomposição.

“A jovem já saiu do hospital com o laudo de morte e não havia do que duvidar, mas a família, muito ligada a princípios religiosos, acabou se agarrando a ideia de um milagre. O que pode ter acontecido, por exemplo, é o corpo ter liberado algum gás, o que é normal. E como o corpo saiu do hospital e não foi examinado no IML, quando alguns órgãos chegam a ser retirados, a impressão que eles tinham é de que o corpo estaria pronto para volta à vida”,explicou o policial civil Fabiano Menezes, da Delegacia Distrital de Delmiro Gouveia, segundo o Extra.

Após muitas discussões, Jéssica foi enterrada por volta das 17h da sexta-feira (4), oito horas após o previsto.
Reprodução/Redes Sociais / Yahoo Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS