Ouvidoria do TRE-BA e MP Eleitoral promovem debate sobre fake news - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Ouvidoria do TRE-BA e MP Eleitoral promovem debate sobre fake news

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 17 de outubro de 2018 - 0 Comentários

O evento, que será realizado na Faculdade Social da Bahia, é voltado para estudantes de Jornalismo e Direito; inscrições serão realizadas no local, com vagas limitadas



O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, realizará na próxima terça-feira, 23 de outubro, a terceira edição do debate “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. Dessa vez, o encontro propõe uma análise quanto ao impacto das fake news no primeiro turno das eleições. O evento será no auditório da Faculdade Social da Bahia (FSBA), no campus de Ondina, a partir das 19h, e contará, ainda, com a parceria do Ministério Público Eleitoral, com a participação do Procurador Regional Eleitoral, Cláudio Alberto Gusmão Cunha.Organizado pela Ouvidoria do TRE-BA com o apoio da Coordenação do Curso de Jornalismo da FSBA, esta edição do projeto tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Jornalismo, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema.
O Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho, que fará a abertura do evento, destaca que "a Ouvidoria, desde o início do processo eleitoral, demonstrou preocupação em debater o tema com a sociedade e apontar soluções. A sociedade civil é parte vital desse contexto e deve ter voz ativa. A Justiça Eleitoral, junto com o Ministério Público, está qualificando essa discussão tão importante para o país".

A coordenadora dos cursos de Comunicação da FSBA, Bárbara Souza, será a mediadora do debate. Os convidados serão Jaime Barreiros, professor de Direito da UFBA e analista judiciário do Eleitoral baiano; Victor Xavier, coordenador de assuntos jurídicos e correcionais da Corregedoria do TRE-BA; e Cláudia Cardozo, jornalista do site Bahia Notícias.

Programa Ouvidoria Viva – O projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos” é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva e tem o objetivo de informar e estimular os eleitores a ajudarem no combate às notícias falsas veiculadas nas redes sociais. O programa, iniciado em maio deste ano por meio de postagens nas redes sociais oficiais do Regional baiano, é fruto da parceria entre a Ouvidoria e a Corregedoria Regional Eleitoral da Bahia e também conta com o apoio da Seção de Atenção ao Cliente do TRE baiano.
Nas duas primeiras edições do debate, realizadas no mês de setembro, o foco da discussão foi a possibilidade de interferência negativa das fake news no processo eleitoral, tendo como exemplo as experiências eleitorais recentes nos Estados Unidos, em 2016, e na França, em 2017.

No debate de terça-feira, será analisado o impacto das fake news no primeiro turno das Eleições 2018 e quais medidas a Justiça Eleitoral tem adotado para coibir essa prática, a exemplo da página criada pelo TSE para esclarecimento de notícias falsas.

“O objetivo é também envolver os alunos nas discussões como usuários das redes sociais, uma vez que esse é um dos principais meios de propagação das fake news”, destaca Barata Filho.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores