Passa de 830 número de mortos na Indonésia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Passa de 830 número de mortos na Indonésia

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 30 de setembro de 2018 - 0 Comentários

 Até o momento, não há registro de brasileiros vitimados pelo fenômeno



Sequência de terremotos e tsunami abalou a ilha de Celebes. Autoridades anunciam a realização de enterro em massa, por motivos sanitários, na cidade de Palu, onde foi registrada a maioria das mortes.
O número de mortos na sequência de terremotos e tsunami que abalou a ilha de Celebes, na Indonésia, subiu para 832, segundo balanço divulgado neste domingo (30/09) pelas autoridades locais.
De acordo com o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, a maioria das vítimas foi registrada em Palu, cidade com cerca de 350 mil habitantes na costa oeste de Celebes, havendo também registro de 11 mortes na vizinha Donggala.
Nugroho afirmou que um enterro em massa será realizado na cidade de Palu, por motivos de segurança sanitária.
A Cruz Vermelha Internacional alertou que ainda há pouca informação sobre Donggala, cidade de difícil acesso, afirmando ser a situação "extremamente preocupante" no local.
As falhas nas comunicações têm dificultado os trabalhos das equipes de busca e salvamento no terreno. As agências internacionais falam em centenas de feridos, que recebem tratamento médico em tendas improvisadas.
As autoridades indonésias reabriram o aeroporto de Palu, o que deve acelerar a chegada de ajuda humanitária.
Os voos comerciais serão limitados, e as operações de emergência e de ajuda humanitária terão prioridade.
A Força Aérea indonésia anunciou o envio para Palu de 12 aviões Hércules, quatro Boeing 737, cinco aviões CN 295, dois aviões CN 235 e vários helicópteros, para ajudar em tarefas de salvamento, assistência humanitária, retirada de moradores e logística.

A Indonésia está situada sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica onde, em cada ano, são registrados cerca de 7 mil terremotos, a maioria moderados.
Entre 29 de junho e 19 de agosto, pelo menos 557 pessoas morreram e quase 400 mil ficaram desabrigadas devido a quatro terremotos de magnitudes entre 6,3 e 6,9 graus, que sacudiram a ilha indonésia de Lombok.
O governo brasileiro informou que, por enquanto, não há informações de brasileiros vítimas do maremoto que atingiu a Venezuela. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores diz que está atento e lamenta o ocorrido no país asiático.
"Até o momento, não há registro de brasileiros vitimados pelo fenômeno. O Itamaraty seguirá acompanhando a situação, por meio da Embaixada do Brasil em Jacarta e da Divisão de Assistência Consular (DAC) em Brasília", informa o comunicado.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS