Itiruçuense de 11 anos é destaque na 3ª Bierville, em Joinville SC - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Itiruçuense de 11 anos é destaque na 3ª Bierville, em Joinville SC

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 20 de novembro de 2017 - 0 Comentários


De apenas 11 anos a itiruçuense Ingra Serra da Rocha Santos, foi um dos destaques do grupo Kinderband, uma das atrações da  3ª Biervillem Festa Alemã de Joinville  realizada no Centro de Convenções e Exposições da Expoville em Joinville, Santa Catarina.

A bandoneonista.é um orgulho para os familiares e de todos itiruçuense, ela nasceu em Itiruçu e a oito anos mudou com os pais Elba Maria Serra e Giovane Conceição Santos, para Santa Catarina. Ela já havia ido a festas típicas da região com os pais, mas conheceu o bandônion na escola  e se apaixonou pelo instrumento tradicional da música popular alemã . Há um ano, estuda o instrumento.
"Eu gosto de tocar essas musicas, porque, como não nasci aqui, só sei o que aprendo na escola sobre a historia da cidade, é diferente viver essas experiências",  afirma a menina.
Ingra Serra também  revelou  que ela e os pais misturaram as tradições principalmente na culinária, adotaram a cuca  tradicional refeição no café da tarde, mas sempre estão em busca de matar a saudade do acarajé, do vatapá e da moqueca.

Veja trechos de apresentações de Ingra Serra:

Fotos e vídeos cedidos pelos pais de Ingra Serra  ao Itiruçu Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS