Moro nega pedido de suspensão de interrogatório de Lula - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Moro nega pedido de suspensão de interrogatório de Lula

Por: Itiruçu Notícias - sexta-feira, 18 de agosto de 2017 - 0 Comentários





O juiz Sergio Moro negou, nesta sexta-feira, um pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender um interrogatório marcado para 13 de setembro na Lava-Jato. Lula será ouvido na condição de réu em um processo em que é acusado de receber propina da Odebrecht por meio de um terreno que iria abrigar o Instituto Lula e uma cobertura vizinha ao apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, no ABC.
Em seu despacho, Moro escreveu que o pedido, feito pelos advogados nesta quinta-feira, “carece de qualquer base legal”. A defesa de Lula pedia mais prazo para analisar documentos anexados ao proceso pelo Minitério Público Federal (MPF) “sem qualquer indicação de origem”. Segundo Moro, os advogados podem protocolar requerimentos sobre as provas ao longo do processo.
Moro também negou acesso da defesa ao sistema “My Web Day”, utilizado pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht para alimentar e controlar os dados financeiros do pagamento de propinas da empresa. Segundo o juiz, o MPF informou que não tem acesso ao sistema. “Se o MPF alega que não dispõe da prova pretendida, a afirmação merece fé”, afirmou Moro.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação