Senadoras ocupam mesa contra reforma que desmonta CLT (assista) - Itiruçu Notícias - Você conectado com a informação
Arrow
NOTÍCIA EM DESTAQUE

Como começou o São Pedro de Itiruçu?

A maior festa do município de Itiruçu o São Pedro de Itiruçu já tem 62 anos de tradição. Segundo o professor e historiador Marcos Cesar, o São Pedro de Itiruçu tem origem nos anos 50 do séc XX, quando o médico Dr. Antenor Rodrigues Costa, que concluiu o curso de medicina e foi trabalhar na cidade de Maraú "Recôncavo da Bahia", mas resolveu mudar para outra cidade, mas que tivesse a terminação em u, e a cidade escolhida foi Itiruçu. Na época era raro ter médico em cidade pequena e DR, Antenor sentiu falta de lazer, pois Itiruçu não tinha o que oferecer em lazer, então resolveu reunir a sociedade itiruçuensse, e na reunião ficou decidido a criação de um clube social. O Senhor Vivaldo Bastos fez a doação do terreno, localizado na Rua Presidente Vargas, onde hoje se encontra o Posto de Saúde. Com a contribuição em dinheiro e mão de obra, ergue-se o clube, que foi batizado com o nome de "Sociedade Lítero Recreativa de Itiruçu" (SLRI) sendo inaugurado em 1956, com grande festejos e pompas, dando inicio naquele ano a festa de São Pedro...CONTINUE LENDO

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus.
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa àqueles que o buscam.” - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS



BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Senadoras ocupam mesa contra reforma que desmonta CLT (assista)

Por: Ed Santos - terça-feira, 11 de julho de 2017 - 0 Comentários

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Dia 11 de julho de 2017, dia histórico para as mulheres, para os trabalhadores do Brasil. Dia em que a luta iniciada pelas mulheres senadoras Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Fátima Bezerra (PT-RN) e Regina Sousa (PT-PI), pararam uma das principais reformas do governo Temer. Elas que representado as mulheres trabalhadoras do Brasil, falaram que o ato foi por que não acham justo uma lactante, uma gestante ter que trabalhar em locais perigosos, que não acham justo o acordado pelo patrão ter mais valor que a lei, que não acham justo que os direitos conquistados tais como férias, décimo terceiro, carteira assinada, segurança no trabalho, salários dignos, etc, fossem revogados por uma reforma trabalhista que apenas beneficiaria aos grandes patrões.

O ato das senadoras que chamou a atenção do Brasil e do Mundo, recebendo massivo apoio do povo, ocorreu após o presidente do Senado Eunicio Oliveira (PMDB) se atrasar em chegar à sessão da votação da reforma que começaria às 11 horas. Pelas regras do Senado, qualquer senador pode abrir uma sessão, desde que haja quórum. Foi isso que as oposicionistas fizeram. Elas sentaram à mesa do plenário e queriam fazer um debate sobre a reforma, inclusive com voto de emendas que, por exemplo, retirasse a permissão para patrões colocarem mulheres gestantes em zonas de periculosidades. Eunicio que atrasado queria que elas desocupassem a cadeira, elas se negaram, com a condição de que o presidente firmasse o compromisso de permitir emendas para melhorias na reforma. Inconformado, Eunício mandou suspender cortar a luz, a transmissão da TV e os microfones.

Todavia a resistência das senadoras se manteve e elas não deixaram o plenário, sendo que Gleise Hofmann iniciou transmissão via seu face book, que instantaneamente foi compartilhada e milhões de pessoas no Brasil passaram a acompanhar tudo ao vivo e no escuro. Do lado de fora a ação empolgou os trabalhadores que protestavam e que tiveram seus representantes impedidos de acompanhar a votação, pelas forças de segurança. Eles reforçaram os protestos contra a reforma.

Os senadores leais ao Michel Temer e ao patronato se viram em situação de vexame e acuados queriam fazer uma seção nos porões ou no auditório do senado a fim de aprovar, porém o auditório foi ocupado por manifestantes e a principio abortaram a ideia de aprovar a reforma as escondidas.

Mas as senadoras não ficaram sós, contaram com o apoio de deputados e outros senadores do PSB, PT, PCdoB, PDT, PSOL, REDE e até do PMDB que foram ao local prestarem apoio. Do outro lado milhões de pessoas em especial mulheres encorajavam e aplaudiam a decisão, enquanto alguns também xingavam as senadores e o comunismo apoiando as medidas de Temer.

Acompanhem aqui:


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS