Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook





Eventos



Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias

Versículos Bíblicos


Colunas

O Seu Direito


Editorial

Salve, salve Itiruçu! 82 anos de Itiruçu de emancipação

Um embrião surgiu aos pés do morro imponente e grande por natureza, e banhado pelas aguas da lagoa Tiririca, foi assim que surgiu Itiru...


Notícias mais populares

Convênio para uso de gás natural gerar economia de 50%

Edição: Neto Oliveira - Itiruçu Notícias - quarta-feira, 15 de junho de 2016 - 0 Comentários


A Secretaria da Administração (Saeb) celebrou, hoje (14), um convênio para instalação de kits de Gás Natural Veicular (GNV) em 200 carros pertencentes à frota do Estado, com investimento de R$ 800 mil realizado pela empresa Bahiagás. Os equipamentos vão reduzir o custo com combustível em cerca 50%.

Outra vantagem é a redução da emissão de monóxido e dióxido de carbono no meio ambiente, diminuindo os índices de poluição do ar. O acordo não gera ônus para os cofres públicos na instalação dos kits GNV. Já a Bahiagás vai financiar o projeto como parte de sua estratégia mercadológica de fomentar o uso de Gás Natural Veicular no Estado.

O convênio vai abranger órgãos públicos estaduais, pertencentes à administração direta e indireta do poder executivo. A conversão para GNV será feita em veículos leves, movidos à gasolina/álcool, a exemplo de Ecosport, Fiesta, Palio, Sandero e Parati. O custo médio para a instalação de um kit de gás natural foi estimado em R$ 4 mil. Os veículos que vão ser modificados pertencem à frota própria do Estado, que possui 4.679 unidades.

A Saeb realizou uma análise para verificar a vantagem da mudança no uso de combustíveis líquidos para Gás Natural Veicular. Pelo estudo, um veículo à gasolina do estado consome R$ 1.100,00, por mês, enquanto um carro movido à GNV gastará R$ 562 mensalmente. A análise levou em consideração uma situação hipotética, com consumo de 10 litros de gasolina por dia, com preço médio de R$ 3,66 por litro, enquanto o gás natural necessitaria de 7 metros cúbicos, com o valor unitário de R$ 2,34 por metro cúbico.

Nos dois casos, o veículo rodaria cerca de 100 km. Mas o custo de 10 litros de gasolina custaria cerca de R$ 36,00, enquanto os 7 metros cúbicos seria em torno de R$ 23,00. Pelo cálculo do estudo, em um ano, a diferença com a mudança de combustível reduziria o custo de R$ 13,2 mil para R$ 6,7 mil. Durante oito anos, prazo máximo para utilização dos carros do Estado, o uso de GNV no lugar da gasolina reduziria o custo para o Estado de R$ 105 mil para R$ 53 mil, uma redução de 48,93 %.

“Todos saem ganhando: o convênio traz uma vantagem econômica expressiva para o Estado, a Bahiagás estimula o uso de gás natural e a sociedade melhora a qualidade de vida com da diminuição da emissão de poluentes no meio ambiente”, declarou o secretário da administração, Edelvino Góes. O secretário destacou, ainda, que o convênio é mais uma ação da Saeb para reduzir os custos do Estado e melhorar a qualidade do gasto público.

Para o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, a assinatura do convênio é uma das principais etapas do Programa +GNV, que compreende uma série de iniciativas visando à expansão do mercado do combustível. “O segmento do GNV é muito importante para a Bahiagás e também para o desenvolvimento do Estado. A oferta de combustível mais barato possibilita a ampliação dos deslocamentos de pessoas e produtos, e, por conseguinte, a dinamização da economia nas regiões alcançadas pela iniciativa”, pontuou. Também participaram da assinatura do convênio o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, o diretor técnico e comercial da Bahiagás, Carlos Eduardo Duff, José Carlos Bittencourt Jr, gerente comercial da Bahiagás.
FOTO: Reprodução


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241