Municípios são contemplados com Rodas de Diálogos do Projeto Margaridas - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre Câncer de cólon - Intestino Grosso

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Municípios são contemplados com Rodas de Diálogos do Projeto Margaridas

Por: Itiruçu Notícias - - sábado, 16 de abril de 2016 - 0 Comentários


A Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), através de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realizou entre os dias 08 e 12 de abril, as Rodas de Diálogos do Projeto Margaridas, nos municípios de Cruz das Almas, Nazaré e Vera Cruz.
O tema abordado foi: “A Importância dos Documentos e Prevenção e Enfrentamento a Violência contra a Mulher”. As rodas atenderam cerca de 420 mulheres, e contaram com a presença da Assessora Técnica da SPM-BA, Margarida Alves, e da facilitadora do projeto, Jandira Mawsi.

O projeto tem como objetivo atender às moradoras das zonas rurais dos municípios baianos, com intuito de promover a cidadania e a autonomia econômica e social destas mulheres, além de auxiliar na prevenção e no enfrentamento de todas as formas de violência.
A estimativa é de que mais de 21 mil mulheres do Estado sejam beneficiadas, dentre elas: agricultoras familiares, assentadas da reforma agrária, fundo e fecho de pasto, jovens, pescadoras artesanais, marisqueiras, quilombolas e indígenas.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif