PRF flagra transporte irregular de madeira nativa na BR 116 - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


PRF flagra transporte irregular de madeira nativa na BR 116

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 31 de março de 2016 - 0 Comentários

Policiais Rodoviários Federais (PRFs) apreenderam madeira nativa na noite desta quinta-feira (30). O flagrante ocorreu por volta das 19h30, no KM 672 da BR 116, trecho de Jequié, município localizado na região Centro-Sul da Bahia.
Durante abordagem a um caminhão, foi encontrando aproximadamente 4 m³ de madeira nativa dos tipos Jaqueira e Pau-Pombo sendo transportado no compartimento de carga.

Questionado pelos PRFs, o condutor de 46 anos informou que a madeira é proveniente de sua fazenda, localizada no município de Itagi/BA, e que iria trocar por blocos de cerâmica na cidade de Jequié, mas não possuía nenhuma autorização.
Por estar em desacordo com a legislação ambiental, foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor do condutor e a madeira encaminhada para o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (INEMA).


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif