Itiruçu: Presidente de partido de oposição recebia vantagens da prefeitura - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Itiruçu: Presidente de partido de oposição recebia vantagens da prefeitura

Por: Itiruçu Notícias - - segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 - 1 Comentários

O pedido de demissão de Ezequiel Borges da prefeitura municipal de Itiruçu foi vista com muita surpresa no meio politico do município, já que o mesmo é servidor do Governo do Estado da Bahia lotado no Hospital Geral Prado Valadares em Jequié.

Ezequiel Borges, que é o atual Presidente do PRB de Itiruçu, vinha acumulando o salário de funcionário do Hospital Prado Valadares, e um valor mensal como Agente de Portaria “EFETIVO” da Prefeitura Municipal de Itiruçu, o Salário de R$ 788,00 mais R$ 780,00 de “Salário Vantagens”, o que perfazia o total de R$ 1.568.00 mensais só na PMI. Sendo que não exercia a função no município.

A descoberta veio após seu nome ser divulgado no portal do TCM (Tribunal de Contas do Município), que de imediato ele pediu demissão da Prefeitura, o que poderia caracterizar “apropriação indébita”, levando quase um ano recebendo o salário da Prefeitura de Itiruçu, onde poucas, ou quase nenhuma pessoa sabia.
Final do ano passado, o mesmo, colocou um outdoor na cidade para  autopromover, uma doação de cadeiras de rodas, feita pela SESAB, porem que demorou algum tempo para ser entregue ao Hospital Local.
Informações via Itiruçu Acontece


Não se esqueça de ler isso também ...

1 comentários:

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum