Notícias do Vale

Notícias da Bahia

Noticias do Brasil

Opinião & Notícias

Audios & Vídeos


O zagueiro Victor Ramos que teve seu nome envolvido em suposta irregularidade e desta forma acabou sendo prejudicado já tem um novo clube. A Chapecoense anunciou nesta quinta-feira a contratação do jogador de 27 anos, que defendeu o Vitória no último Campeonato Brasileiro. O atleta que chega por empréstimo até o final do ano, assinará o contrato com o clube catarinense e passará por exames médicos nesta sexta-feira quando deve ser anunciado de forma oficial.

Investigadores, escrivães, delegados e peritos da Polícia Civil e Técnica da Bahia realizam Assembleia Conjunta promovida pelo SINDPOC, ASSIPOC e AEPEB, na próxima terça-feira (11), das 9 às 12hs, no auditório da Associação dos Funcionários Públicos (AFPBA), localizada na Carlos Gomes, para deliberar um planejamento de mobilizações da categoria em protesto à ausência de reposta do Governo do Estado em relação ao Ante-Projeto de Reestruturação das Carreiras que foi entregue a SAEB, em outubro de 2016. A última assembleia realizada aprovou uma paralisação de 24 horas, que ocorreu em 2 de dezembro do ano passado.
Na semana passada, as entidades que representam os servidores da Polícia Civil, se reuniram com o Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Dep. Ângelo Coronel, que, ao analisar o Ante-Projeto, considerou a proposta dos policiais  coerente e assumiu o compromisso de fazer a indicação ao Governador Rui Costa. A  declaração de apoio foi publicada no Diário Oficial da ALBA.

As principais reivindicações do Ante-Projeto de Reestruturação das Carreiras  consistem na efetivação da Aposentadoria com Integralidade e Paridade, gratificação dos servidores que fazem Pós-Graduações, Mestrado e Doutorado, reestruturação salarial de todas as carreiras da Polícia Civil com base na complexidade e responsabilidade da investigação criminal e Promoção interna, mudança de nível hierárquico das carreiras. 
O Presidente do SINDPOC, Marcos Maurício, destaca que a Assembléia vai reunir todas as carreiras da Polícia Civil para traçar novas lutas, fazer esclarecimentos sobre o andamento do Ante-Projeto e mobilizar a categoria para pressionar o governador Rui Costa. “Até o momento, não tivemos nenhuma posição da gestão governamental. Não deram nenhum retorno a categoria. O Presidente da ALBA, Dep. Ângelo Coronel,  já declarou total apoio à nossa reivindicação. O Governador precisa se manifestar e nós não vamos ficar de braços cruzados!”, garante o sindicalista.
Para Ary Alves, Presidente da Associação dos Investigadores da Polícia Civil (ASSIPOC), a assembleia será de extrema importância para que os servidores tomem uma posição diante da omissão do Governo do Estado. “ Vamos fazer uma avaliação sobre a negociação com o Governo que está paralisada porque  eles não deram nenhum  retorno sobre o Ante-Projeto que foi entregue e se negam a receber as entidades que representam os servidores!”, criticou Alves.

O Presidente da Associação dos Escrivães (AEPB), Luiz Carlos, frisa que o evento vai discutir também a Reforma da Previdência que, segundo ele, pretende retirar os escrivães e peritos do Regime Especial de Aposentadoria através da alegação de que apenas os delegados e investigadores seriam carreiras  de risco. O escrivão esclarece que a Lei Complementar 51\85, alterada pela LC 144\2014, do Governo Federal, enquadra todas as carreiras da Polícia Civil como de elevadas periculosidade. “Isso é um absurdo! Os  escrivães e peritos saem em diligências com os delegados, comparecem aos locais dos crimes, geralmente, em lugares extremamente perigosos, portam armas de fogo. Só pelo fato de serem reconhecidos como policiais, os escrivães podem ser assassinados. Vários já foram vítimas de homicídios!”, frisa Luiz Carlos.
ASCOM Jaqueline Barrreto

Em meio à celebração do Dia Mundial de Luta contra o Câncer (8 de abril), o Planserv – Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais alerta seus beneficiários sobre os exames que previnem ou detectam a doença em estágio precoce, aumentando as chances de cura. O incentivo à adoção de hábitos saudáveis de vida e aos cuidados com a saúde para prevenção da doença justifica-se pela estatística do Instituto Nacional do Câncer (INCA) que estima, para o biênio 2016-2017, o registro de 600 mil novos casos de câncer no Brasil. O tumor mais comum no homem é o de próstata e na mulher é o de mama.

Entre os exames de rastreamento do câncer comumente prescritos pelos médicos de diversas especialidades destacam-se o preventivo de colo uterino, anualmente, para mulheres a partir do início da atividade sexual; mamografia, uma vez por ano, para mulheres acima dos 40 anos; colonoscopia, para homens e mulheres acima dos 50 anos; PSA e toque retal, para homens acima dos 50 anos ou acima de 40 anos, se apresentar fatores de risco e Tomografia Computadorizada do Tórax, para pacientes com histórico prolongado de tabagismo.

Além de fazer os exames de rotina solicitados pelos médicos, é preciso melhorar hábitos alimentares, praticar atividades físicas regulares, abandonar vícios e reduzir o estresse. Mesmo tomando todas essas medidas para evitar a doença, ela pode surgir por uma pré-disposição genética. De acordo com a oncologista Loana Valença, quando há pessoas com câncer na família, é necessário identificar se foi um caso isolado ou se a doença tem caráter hereditário. “Se houver suspeita ou confirmação de doença hereditária, o rastreamento pode ser mais frequente que na população em geral”, sugere a oncologista.

Atualmente, o arsenal terapêutico contra o câncer é muito maior do que há 20 anos. Segundo a oncologista Geila Ribeiro Nuñes, os avanços vão desde a capacidade de prevenir a doença em famílias com alto risco genético, passando pela possibilidade de diagnósticos precoces e mais precisos, até o tratamento eficaz e menos invasivo. “Menos efeitos colaterais e mais qualidade de vida é o que buscamos para nossos pacientes oncológicos”, destaca.
Ascom | Planserv/Foto montagem

A forma nova, pouco usual de o Fluminense expor seus patrocínios nos últimos dois jogos pelo Campeonato Baiano, ganhou repercussão nacional e internacional, sendo tema de matéria até no famoso jornal “Marca” da Espanha, além de diversos sites do Brasil. Particularmente acho a idéia, ainda que nova, descaracterizou completamente o uniforme do Fluminense, quando adicionou nos tradicionais números, centavos relativos a  preços, no entanto, sou capaz de entender as dificuldades do Fluminense para sobreviver num campeonato baiano deficitário e diante da esmola que recebe de cota da TV, não tão somente o Flu, como os demais clubes, o único que lucra com o Campeonato Baiano é a Federação Bahiana de Futebol, essa seguramente não precisará fazer apelo desta ordem para se manter
O Touro do Sertão cedeu não apenas a frente da camisa para que seu patrocinador master, uma rede de supermercados, estampasse sua marca. Eles também negociaram os números. Aproveitaram a identificação dos jogadores para destacar as promoções nas prateleiras. A camisa 10 virou R$ 10,98, preço de uma pizza congelada.
A ação publicitária aconteceu no clássico contra o Bahia de Feira, no final de semana, e se repetiu na quarta, quando o Flu acabou goleado pelo Vitória por 6 a 0. A direção do Fluminense admite que não é uma situação  ideal para o planejamento, mas ao menos ajuda a tocar o barco.




Segundo informações do portal de noticias Verdinho Itabuna  juíza federal Maízia Seal Carvalho Pamponet, da 1ª Vara Federal de Itabuna determinou, decidiu pelo bloqueio dos bens da ex-prefeita de Gilka Badaró (PSB) e mais de três pessoas.
O bloqueio é de até o limite correspondente ao valor d de R$ 1.621.082,73 ( hum milhão, seiscentos e vinte e um mil, oitenta e dois reais e setenta e três centavos). A juíza atendeu Ministério Público, em ação por improbidade administrativa protocolada contra Gilka Badaró, Gerson Passos Filho, Aelton Santos Pólvora e de Joad Souza Teixeira.
Segundo a denúncia do Ministério Público, a União realizou um convenio em 1996 com município de Itajuípe, que tinha o objetivo da implantação do sistema de abastecimento de água no Distrito de Queimadas, através da construção de captação de água bruta do Rio Almada, reservatório elevado, estação de tratamento, rede de distribuição e ligações domiciliares.

Informações Verdinho Itabuna

Liderados pela deputada Benedita da Silva (PT-RJ), parlamentares do PT, como Paulão (AL), presidente da Comissão de Direitos Humanos, Erika Kokay (DF), vice-persidente, e Maria do Rosário (RS), foram à Procuradoria Geral da República nesta quinta-feira 6 protocolar um pedido de investigação contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por racismo, depois de sua fala no clube Hebraica, que também ofendeu quilombolas; "Não podemos deixar para lá. Sabemos que o racismo é um crime inafiançável, então queremos justiça. Não estamos mais na senzala", destacou Benedita; "Nós mesmos aprovamos a lei contra o racismo. Como é possível que a gente aprove leis e os próprios parlamentares não as cumprem?", questionou Maria do Rosário

Na sessão desta quarta-feira (05), através do parecer favorável da Comissão de Legislação e Justiça e a Comissão de Finanças, Orçamentos, Obras e Serviços Públicos, a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou por unanimidade a Lei 049/2016, que dispõe sobre a fixação do subsídio dos Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários municipais para legislatura 2017-2020.
A votação derrubou o veto do ex-prefeito Jabes Ribeiro que, no final de 2016, alegou ausência de interesse público no projeto. Segundo os vereadores, o valor dos subsídios pagos aos secretários era muito baixo e inviabilizava a contratação de profissionais capacitados para administrar as pastas. Um exemplo disso é a Secretaria de Saúde, onde a maioria dos médicos convidados para administrar a pasta rejeitavam a proposta, alegando que, além de ser uma grande responsabilidade assumir esta secretaria, os valores oferecidos eram inferiores aos recebidos no exercício da Medicina, então não compensava.
O subsídio do prefeito agora será equivalente a R$ 20.487,50 (vinte mil, quatrocentos e oitenta e sete reais e cinquenta centavos), o do vice-prefeito passa a ser de R$ 15.300,00 (quinze mil e trezentos reais) e dos secretários será de R$ 12.825,00 (doze mil, oitocentos e vinte e cinco reais).
O projeto será encaminhado para o prefeito Mário Alexandre sancionar e entrar em vigor.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, concedeu uma liminar (decisão provisória) que autoriza o governo federal a voltar a veicular propagandas sobre a reforma da Previdência.
No dia 15 de março, a juíza Marciane Bonzanini, da 1ª Vara Federal de Porto Alegre, atendeu a um pedido de nove sindicatos do Rio Grande do Sul e determinou a suspensão das propagandas, sob o argumento de que não tinham “caráter educativo, informativo ou de orientação social, como exige a Constituição”. A juíza fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu no dia seguinte ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) argumentando que a campanha publicitária tem como objetivo esclarecer a sociedade sobre a situação financeira da Previdência Social e a necessidade da reforma.
Em sua decisão, Cármen Lúcia escreveu que “a suspensão da campanha publicitária institucional levada a efeito pelo Governo Federal sobre a reforma da Previdência, especialmente quando os debates do Parlamento já foram há muito iniciados, importa risco de grave lesão à ordem pública administrativa, por subtrair da Administração Pública os meios necessários para divulgação da proposta de reforma, sua motivação e repercussões.”
Fonte Agência Brasil

Policiais Rodoviários Federais apreenderam 21 comprimidos de anfetaminas no final da tarde de ontem (4). A ação ocorreu por volta de 17h55, no KM 117 da BR 407, trecho de Senhor do Bonfim, município localizado no centro norte da Bahia.
Segundo a PRF o flagrante foi registrado quando os PRFs observaram um caminhão com placas de Cachoeiro de Itapemerim/ES realizando ultrapassagem em local proibido, transitando sem a placa dianteira, bem como com a placa traseira erguida, de modo que não fosse possível identificá-la.
Durante fiscalização no interior do veículo, os policiais encontraram 21 comprimidos de Nobésio Forte, medicamento à base de anfetaminas, cuja comercialização é proibida no Brasil.
Foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo transporte da substância proibida, ficando o condutor comprometido a se apresentar à Justiça em data determinada.

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (5), por 7 votos a 3, que todos os servidores que atuam diretamente na área de segurança pública não podem exercer o direito de greve, sob qualquer forma ou modalidade, por desempenharem atividade essencial à manutenção da ordem pública.
Pela tese aprovada, fica vetado o direito de greve de policiais civis, federais, rodoviários federais e integrantes do Corpo de Bombeiros, entre outras carreiras ligadas diretamente à segurança pública. Essas carreiras, no entanto, mantêm o direito de se associar a sindicatos.
A decisão, que teve repercussão geral reconhecida e serve para balizar julgamentos em todas as instâncias, foi tomada no julgamento de um recurso extraordinário do estado de Goiás, que questionou a legalidade de uma greve de policiais civis.
No julgamento, prevaleceu o entendimento do ministro Alexandre de Moraes, para quem o interesse público na manutenção da segurança e da paz social deve estar acima do interesse de determinadas categorias de servidores públicos. Para ele, os policiais civis integram o braço armado do Estado, o que impede que façam greve.
“O Estado não faz greve. O Estado em greve é um estado anárquico, e a Constituição não permite isso”, afirmou Moraes.
A maior parte dos ministros considerou ainda ser impraticável, por questões de sua própria segurança e pela obrigação de fazer prisões em flagrante mesmo fora de seu horário de trabalho, que o policial civil deixe de carregar sua arma 24 horas por dia.
"Isso impediria a realização de manifestações por movimentos grevistas de policiais civis, uma vez que a Constituição veda reuniões de pessoas armadas. “Greve de sujeitos armados não é greve”, afirmou Gilmar Mendes.
Também votaram a favor da proibição da greve a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e os ministros Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Luiz Fux, que destacou o que considerou consequências nefastas de greves anteriores de policiais civis e militares, como o aumento do número de homicídios. “O direito não pode viver apartado da realidade”, afirmou.

A Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestaram pela impossibilidade de greve de policiais civis, contra o Sindicato dos Policiais Civis de Goiás (Sindipol-GO).
O relator do caso, ministro Edson Fachin, votou para que fosse garantido o direito de greve dos policiais civis, embora com restrições. Acompanharam o relator os ministros Rosa Weber e Marco Aurélio Mello, para quem, com a decisão, o STF "se afasta da Constituição cidadã de 1988".
A Conmebol parece realmente decidida a disputar mais competições com a Uefa. depois da  Supercopa Euroamericana  disputado entre o campeão da Copa Sul-Americana e o campeão da Liga Europa da UEFA que apesar da pouca divulgação já foi disputada por duas vezes. Em 2015 o River Plate, da Argentina foi o campeão vencendo o Sevilla, da Espanha vencendo por 1 a 0 jogos realizado no Monumental de Núñez na Argentina,
Em 2016 a final foi realizada em Orlando nos Estados Unidos no estádio ESPN Wide World of Sports Complex entre as equipes Sevilla e Santa Feda Colômbia . Desta vez a equipe espanhola não deixou escapar o titulo vencendo por 2 a 1.
Em 2017 a Chapecoense (campeã da Sul-Americana) enfrentará o campeão da Liga Europa que pode ser Manchester United,  Anderlecht, Celta de Vigo Genk, Ajax,  Schalke 04, Lyon ou Besiktas.
Agora mais dois  confortos pode ser realizadas entre as duas representações dos continentes Americano e Europeu entre os campeões da Copa América e da Eurocopa, a e entre os vencedores da Recopa Sul-Americana e da Supercopa da Uefa.A disputado está em estudo entre a A Conmebol e a UEFA.




O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia e autarquia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), realiza no período de 04 a 13 de abril a Operação Páscoa. O alvo são os produtos que compõem o cardápio da Semana Santa, tais como ovos de chocolate e pescados. O objetivo é verificar se eles estão sendo comercializados com a pesagem correta. O conteúdo do produto deve pesar exatamente o que está informado na embalagem, evitando prejuízos ao consumidor.
Durante a fiscalização, técnicos do órgão visitam estabelecimentos comerciais, como supermercados, mercados de bairro e padarias, para coletar os itens, incluindo ainda bombons e colombas pascais, com a finalidade de análise em laboratório do órgão, na Pituba.

O diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, alerta a população sobre os pescados, um item que apresentou o alto índice de reprovação de 60% na operação de 2016. “Todas as empresas foram autuadas. As multas para esse tipo de infração variam conforme o porte do estabelecimento e outros fatores, podendo chegar a um milhão e meio”, informa.

A coordenadora de fiscalização do setor de pré-medidos, Cíntia Lé, explica que a verificação de pescados congelados é feita utilizando uma técnica de desglaciamento do peixe. “Algumas pessoas pensam que, para verificar os pescados, basta descongelar o peixe, pondo-o no micro-ondas, mas na verdade esse exame laboratorial exige procedimentos específicos”, afirma.
Brinquedos podem conter riscos - Com relação aos ovos da páscoa, a fiscalização é redobrada. Além de verificar o peso do produto, os técnicos checam se àqueles que trazem brinquedos de brinde ostentam, na embalagem, a seguinte frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do SABC”. SABC é o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade. Deve-se ainda adicionar uma frase que contemple, conforme o caso, a restrição de faixa etária do brinquedo ou uma frase que explique que o brinquedo não possui restrição de faixa etária.

A certificação atesta que os brinquedos passaram por inspeção do Inmetro quanto às suas características construtivas (partes cortantes e pontas perfurantes), o nível de inflamabilidade, o índice de toxicidade do material e das tintas usadas na fabricação dos produtos. O objetivo é coibir a venda de itens irregulares, e até mesmo perigosos para as crianças.
Os estabelecimentos em que forem encontradas irregularidades, bem como os fabricantes dos produtos, terão até dez dias para apresentar defesa ao Ibametro. Os consumidores podem apresentar denúncias por meio da Ouvidoria do Ibametro pelo telefone 0800-071-1888.

Ascom – Ibametro




Os servidores inativos da Secretaria da Educação (SEC) devem ficar atentos. Já está em curso a terceira etapa do recadastramento da Previdência Estadual, que irá contemplar 54.855 aposentados da pasta. O grupo será convocado a regularizar seus dados funcionais por meio de escalonamento, programado para os meses de abril a junho. O recadastramento de inativos é realizado pela Secretaria da Administração (Saeb), por meio da Superintendência de Previdência.
Devem se recadastrar inativos da capital e interior, de acordo com as letras iniciais de seus nomes. Para o mês de abril, serão convocados servidores cujos nomes iniciem com as letras de A a I. Em maio, será a vez dos aposentados com iniciais de J a M. Por último, no mês de junho, serão recadastrados servidores inativos das iniciais de N a Z.

Ainda está em curso o recadastramento dos inativos da Secretaria da Saúde (sesab), prorrogado até o dia 15 de abril. Até a última sexta-feira (31), dos 12.861 convocados, 11.646 já realizaram o recadastramento – restando 1.134 inativos faltosos. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da Bahia (DOE) do dia 1° de abril.

Os dois grupos podem realizar o recadastramento em uma das 59 unidades de atendimento do Ceprev da capital e interior, localizadas nos postos SAC e nos Pontos Cidadão, ou ainda no SAC Servidor, que funciona no Multishop Boca do Rio, em Salvador. Ainda é possível agendar o atendimento pelos números 0800 071 5353 / 4020-5353 para os postos SAC Paralela, Salvador Shopping, Feira Centro II, Conquista II e Lauro de Freitas.

 Os inativos devem apresentar os originais da carteira de identidade (ou outro documento de identificação oficial), com foto atual e em bom estado de conservação; CPF e comprovante de endereço, como contas de água, luz ou telefone. A ação tem por objetivo manter atualizados os dados funcionais de todos os inativos do Estado. Mais informações no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br
) e pelo call center da Previdência Estadual: 0800 071 5353 e (71) 4020 5353.
 
Casos específicos - Quem residir fora da área de cobertura previdenciária deve efetuar o recadastramento por correspondência, enviando atestado de vida original e os demais documentos autenticados para: SUPREV - Av. Tancredo Neves, n° 776, Bloco A, Bairro Caminho das Árvores, Salvador – Bahia, CEP: 41.820-904. É imprescindível sinalizar na parte externa do envelope a palavra “RECADASTRAMENTO”.
O atestado de vida é uma declaração que pode ser concedida por uma autoridade pública, como médico, delegado, dentre outras confirmando que aquele servidor está vivo e reside no município informado. Um modelo do documento pode ser encontrado no Portal do Servidor, seção Aposentados e pensionistas, opção Recadastramento.
 
Em caso de impossibilidade de locomoção ou doença grave, o recadastramento pode ser feito mediante procuração por instrumento público (original e cópia), emitida no máximo até seis meses ou através de formulário próprio disponibilizado gratuitamente pela Previdência Estadual, além de atestado médico original emitido em até 30 dias, comprovando a dificuldade no deslocamento ou a doença grave.Já os casos de falecimento deverão ser imediatamente comunicados pelos familiares do ex-servidor, mediante a apresentação da respectiva certidão de óbito em quaisquer das unidades Ceprev ou no SAC Servidor e pelo envio à Suprev pelos Correios (endereço acima) ou via fax: (71) 3116-5464.

O deputado estadual Targino Machado (PPS) apresentou o Projeto de Lei nº 22.187/2017, que garante reserva mínima de 10% de vagas para as mulheres na área da construção civil, em editais de licitação e contratos diretos para obras públicas, no Estado da Bahia. A proposição do parlamentar visa assegurar mais espaço para as mulheres na ocupação de cargos em áreas que tem predominância do sexo masculino. 
“A mulher brasileira ocupa grande parcela do mercado de trabalho, sendo muitas vezes a provedora da família. Por conta disso, é necessário que se aumente as oportunidades de empregos para que as pessoas do sexo feminino possam atuar. Daí a necessidade de mais oportunidades para as mulheres em áreas onde a predominância masculina é maioria.  Na construção civil são poucas as mulheres empregadas nas áreas que não fazem parte da equipe de limpeza e/ou serviços gerais, bem como na área administrativa. É papel do Estado promover a empregabilidade, igualdade e a dignidade das pessoas através da educação, emprego e renda”, salientou.   
Fotos reprodução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta segunda-feira (3), uma carreta bitrem carregada com 330 mil maços de cigarros contrabandeados. A ação ocorreu por volta das 06h, no KM 836 da BR 116, trecho de Vitória da Conquista/BA, município localizado no sudoeste do estado.
O flagrante foi registrado quando os PRFs visualizaram um conjunto de veículos articulados, estacionado de maneira suspeita, próximo a um Posto Fiscal, e durante fiscalização, encontraram no compartimento de cargas mais de 6 milhões de unidades de cigarros de origem paraguaia.
Ao verificar a documentação veicular e a de origem comprobatória da mercadoria, os PRFs verificaram que os Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs) bem como as notas fiscais da carga, apresentavam indícios de falsificação.
O carregamento apreendido foi encaminhado para a Receita Federal de Vitória da Conquista/BA.

Pela Copa Intervale de Futebol oito jogos foram realizados e a seleção de Itiruçu decepcionou  perdendo de goleada para Jaguaquara por 5 a 1 dentro do Estádio Yagil de Castilho Fontoura  na presença de pouco torcedores. A seleção  itiruçuense até suportou o primeiro tempo com um empate de 1 a 1 mas, a superioridade da seleção de Jaguaquara na segunda etapa  fez com que o resultado se transformasse em goleada.
Veja outros resultados da rodada
Coutinho 0 x 2 Irajuba
São Miguel das Matas 2 x 2 Itatim
Milagres 3 x 2 KM 100
Teolândia 3 x 0 Ubaíra sub20
Laje 2 x 0 Jiquiriça 
Ubaíra 2 x 1 Santa Inês
Uruçuca 3 x 0 Itajuípe
 Foto Wilson Novaes

Itiruçu tem dessas magias que ficam inexplicáveis com palavras.
São coisas simples, corriqueiras, mas de um significado que não se mede ao coração.
Só quem tem o cheiro dessa terra, sabe o encanto que é andar pelas suas ruas e a preciosidade nas suas particularidades: (Feira, Jacutinga, Rua do Cruzeiro, Rua da Lancha, Rua do Carro Quebrado, Rua das Flores, Rua do Estica, Beija-Flor, Itiruçuzinho, Rua do Plástico, Rua da Presidente, Rua do Itaquari e tantas outras) e em cada uma delas, um povo de um sorriso largo, que abraça com afago de quem sabe abraçar e beija a alma de quem se deixa beijar.
Quem é de Itiruçu, sabe o que é abrir os olhos todas as manhãs e se deparar com o Morro Grande dando "Bom dia!".
E saber que tão majestosa é a sabedoria do seu povo.
Só quem é de Itiruçu, sabe o orgulho que é levar na pele a cor do chão e deixa-lo como tatuagem pra dizer com orgulho: "Essa é a minha terra, essa é a minha alma".
Ser de Itiruçu, é bem mais que qualquer razão saiba explicar.
É amor incondicional, é amor sem igual ou bem maior que o amor possa imaginar.
     Por Joselito Fróes
Radialista, poeta, compositor
 
Situações em que empresas, indevidamente, inscrevem nomes de consumidores nos chamados Órgãos de Proteção ao Crédito, tais como Serasa, SPC e afins, são cada vez mais frequentes. Em geral, o problema nasce de cobrança de dívida que o cliente se recusara a pagar por entendê-la inexistente, e há também os casos onde a pessoa pagou dívida antiga, mas, mesmo assim, seu nome permaneceu nos cadastros de devedores.
Sem dúvida, a inclusão ou manutenção equivocada do nome nos cadastros restritivos de crédito causa grande abalo moral e creditício ao consumidor, que passa sofrer humilhações no meio social, que o identificará como um mau pagador, que de forma proposital não honra com suas contas.
E o que fazer? É cabível Ação Judicial se houver recusa da empresa em retirar a negativação indevida. Normalmente, por meio de tal Ação, são feitos dois pedidos à Justiça: primeiramente, faz-se pedido liminar para que o nome do consumidor seja imediatamente retirado dos cadastros de restrição. Além disso, pleiteia-se indenização por danos morais, em razão de o nome ter restado “sujo” de maneira arbitrária e abusiva.
As decisões judiciais vem entendendo que apenas o fato de ter seu nome indevidamente inscrito nos cadastros de inadimplentes já dá ao consumidor o direito à indenização por dano moral, independentemente de outras provas, pois se considera que nestes casos o dano é presumido, bastando provar a indevida negativação.
Mas, atenção: somente caberá indenização por danos morais se o consumidor não estiver com o nome negativado também em decorrência de dívidas passadas com outros credores, pois, neste caso, entende-se que a pessoa não pode se sentir prejudicada pela nova negativação, mesmo sendo esta última indevida.
A Ação Judicial deverá ser proposta, preferencialmente, no Juizado Especial Cível, o que significará vantagem ao consumidor, pois, dessa maneira, o processo será concluído em tempo muito mais ágil do que na Justiça Comum.
Resumindo: o consumidor que tiver seu nome indevidamente negativado, sem possuir outras negativações por dívidas anteriores, tem direito automático à indenização por danos morais em face da empresa responsável pela inscrição abusiva. Assim, aconselha-se a quem estiver vivenciando situação semelhante que procure um advogado de sua confiança, a fim de fazer valer os seus direitos. Afinal, a Justiça é para todos!
Por Couto de Novaes
Advogado OAB 46.902, sócio no Pereira & Couto Advocacia
Email: hcoutodenovaes@gmail.com
WhatsApp: (071) 9 9205-4489

Com a experiência de cinco mandatos consecutivos de presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) avalia que a oposição não terá êxito na tentativa de aprovar uma PEC (proposta de emenda à Constituição do Estado) que em suma permite que os parlamentares indiquem proposições que geram despesas ao governo, desde que elas não excedam o orçamento do Estado.

Nilo diz que votará contra a matéria porque ela "é uma casa de banana no caminho do governo". "Votarei contra a PEC. Acho que não é função da Assembleia criar despesas para o Executivo. Despesa quem tem que fazer é o Executivo. Nós fomos eleitos pelo povo para duas funções básicas: elaborar as leis do Estado e fiscalizar o Poder Executivo. Não temos por que gerar despesa ao Executivo. A PEC é fruto do papel da oposição, do deputado Luciano Ribeiro (DEM), que é um bom deputado. É colocar casca de banana no caminho do governo. Eu sou contra a PEC e votarei contra. Creio que a PEC não passará porque o governo tem maioria. A oposição só tem 21 deputados. Acho muito difícil chegar a 38", disse Marcelo Nilo em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

Ele voltou a dizer também que de sua parte, como presidente do PSL na Bahia, não há demanda por mais cargos no governador Rui Costa (PT), articulação explicitamente feita pelos outros seis deputados do partido.
"Não é hora de se reivindicar espaço no governo, porque o governador já fez o secretariado, e ele disse que não vai fazer nenhuma mudança. Sentamos com ele em dezembro e pedimos mais espaço, mais uma secretaria. Ele ficou de dar a resposta, e a resposta foi negativa. Então, nós temos de respeitar, porque ele que foi eleito pelo povo, ele que é governador, e ele que sabe quais são os partidos que devem ter mais espaço e os que devem ter menos espaço. Rui Costa está muito bem avaliado. É o melhor gestor que eu conheci. Tenho certeza absoluta de que no próximo ano, se ele mantiver a base unida, será um candidato muito forte".

Para fechar a conta, o ex-presidente da Assembleia minimizou o movimento dos correligionários, que decidiram criar um bloco independente na Assembleia. "Não existe bloco independente. Aqui o regimento só permite mesmo o bloco de maioria e o bloco de minoria. Não existe bloco independente. Estou aqui há 27 anos e nunca vi isso. Toda vez que criam um bloco independente, com dois meses acaba", afirmou o deputado Marcelo Nilo.
Informações via Brasil 247




O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, está sendo acusado de ter comprado, no dia 28 de dezembro de 2016, 75 passagens aéreas com dinheiro público num só dia.
De acordo com reportagem do portal UOL, o deputado confirma que as passagens foram compradas com o saldo restante da cota parlamentar no ano de 2016. Cada parlamentar tem direito a uma cota anual de passagens, com valores que variam de acordo com o Estado de origem. Os deputados baianos tem uma cota de R$ 39.010,85. Caso não utilize, os recursos voltam para o caixa da Câmara Federal.
O parlamentar usou o argumento para tentar justificar a compra excessiva das passagens."Se eu não gasto a verba até dezembro, ela é perdida", afirmou. Disse ainda que "o preço das passagens deve ter sido uma ninharia. Se comprasse diariamente, daria uma dez passagens. Seria ótimo se todos fizessem isso".
Ainda, segundo a matéria, outros cinco parlamentares compraram grandes lotes de passagens, nos últimos dias de dezembro. Entre eles, Bonifácio Andrada (PSDB-MG), Marcelo Castro (PMDB-PI), Edmilson Rodrigues (Psol-PA), Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Jorge Tadeu Mudalem (DEM-SP). Todos justificaram que as passagens foram compradas de acordo com um planejamento financeiro e as que as não foram utilizadas, os recursos foram devolvidos à Câmara.
Confira a matéria completa no UOL.

OUÇAWEB RÁDIO ITIRUSSU

Notícias de Itiruçu

Anúncios


Notícias do Esporte

Instagram

Facebook