Reeducandos do conjunto penal recebem certificação profissional - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Reeducandos do conjunto penal recebem certificação profissional

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 10 de março de 2018 - 0 Comentários

Conjunto Penal de Vitória de Conquista – CPVC  capacita os internos adquirem o conhecimento técnico



O Conjunto Penal de Vitória da Conquista realizou nesta sexta-feira, 09/03, a cerimônia de certificação da primeira turma de curso profissionalizante, ofertado por meio do Projeto de ressocialização da empresa Socializa, Liberdade Sustentável.
No Projeto Liberdade Sustentável estão inseridos os módulos de Corte e Costura: vestuário e modelagem; Fabricação de chinelos e Serigrafia.  Seguindo, assim, o conceito de auto sustentabilidade da Unidade prisional, os internos adquirem o conhecimento técnico e produzem itens usados dentro da própria unidade.

O Diretor do CPVC, Capitão PM Gilberto Filho, destacou que é dever do sistema penitenciário buscar e oferecer oportunidade de qualificação aos reeducandos, afirmando que “Temos investido na formação profissional de nossos custodiados para que conquistem um serviço digno, com várias chances de colocação quando estiverem em liberdade e não reincidam na prática delituosa.”. Na oportunidade, o Diretor enfatizou, ainda, o empenho dos servidores e equipe de funcionários do CPVC.
A capacitação foi ministrada pelos instrutores da SOCIALIZA, Ione Oliveira Santos e Diego Santos Silva, e o reeducandos capacitados poderão remir a pena, conforme previsto na Lei de Execução Penal (LEP).

A solenidade contou com as presenças dos representantes da SEAP, Cap PM Gilberto Filho, diretor do CPVC, Sr. Wagner Lima e Sr. Romulo Ferraz, diretores adjuntos, Sra. Mércia Mendonça,  Coordenadora de Saúde e, Sr. Manuel Gusmão, Coordenador de Vigilância. Estavam presentes também os representantes da empresa SOCIALIZA, Sr. Alessandro Ribeiro, Gerente administrativo, Sr. Gilmar Amurin, Gerente operacional, Dra. Kelly Fernandes, Gerente Técnica, e demais Colaboradores. 
A cerimônia contou ainda com a participação especial dos familiares dos formandos, proporcionando um momento de grande emoção. O ponto alto da manhã foi o depoimento da mãe do reeducando C. T. O. N., “hoje estou muito feliz mesmo, agradeço a Deus todos os dias porque o meu filho não esta aqui apenas preso, ele está sendo guardado por esta casa para o Senhor. E ele com certeza esta arrependido do erro que cometeu e vai voltar para nossa casa. Só tenho que agradecer a todos vocês que estão cuidando muito bem do meu filho aqui dentro, que Deus abençoe a vocês todos, que estão presentes na vida do meu filho! ”

Segundo a gerente Técnica da empresa “Para nós da Socializa, este momento é de coroação de um trabalho, dos profissionais envolvidos e dos formandos, quando através de um projeto realizamos a nossa parte do processo, que é oferecer o conhecimento técnico, para que eles possam buscar uma oportunidade digna de trabalho no seu retorno à sociedade. Certamente, esta certificação irá contribuir neste processo de ressocialização", destacou a Dra. Kelly Fernandes.
O Conjunto Penal de Vitoria da Conquista é administrado em regime de cogestão com o Governo do estado da Bahia,.  através da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização – SEAP e a empresa SOCIALIZA.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif