23º Grito dos Excluídos "Por direitos e democracia, a luta é todo dia” - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha

EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO

COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


23º Grito dos Excluídos "Por direitos e democracia, a luta é todo dia”

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 31 de agosto de 2017 - 0 Comentários


O 23º Grito dos Excluídos com o lema "Por direitos e democracia, a luta é todo dia”, sob liderança da Conferencia Nacional Dos Bispos do Brasil - CNBB e apoiado pela Central  dos Trabalhadores do Brasil - CTB,  Central Única dos Trabalhadores - CUT, Pastorais e movimentos Católicos e Frente Brasil Popular, acontece em Itabuna com concentração no Jardim do "O"  a partir das 11 h., e também em quase todo país no dia 07 de setembro, deverá levar milhares às ruas durante a Semana da Pátria é construído por comitês religiosos, movimentos populares, sindicatos e organizações civis.
Segundo os organizadores, os temas refletem os objetivos da manifestação: denunciar a estrutura agressiva e excludente da sociedade e a perda de direitos dos trabalhadores. 
Ainda segundo a organização a frágil democracia brasileira sofreu um grande revés, a partir do golpe jurídico/parlamentar/midiatico, que levou Temer ao poder. Desde então os direitos direitos  da população estão sob ataque.
"Hoje, mais do que nunca, não podemos deixar morrer a esperança. Nosso desafio é manter a luta pela democracia e manutenção dos direitos sociais. Estamos nas ruas denunciando o desmonte da saúde e da educação, a terceirização e as reformas trabalhistas e da providencia. O Brasil poderá voltar a condição de colônia, Nosso patrimônio depredado e os  trabalhadores na condição de escravos assalariados." esclarece os organizadores.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif