Por um centésimo brasileira ganha a 1ª medalha de ouro em Mundial - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Por um centésimo brasileira ganha a 1ª medalha de ouro em Mundial

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 27 de julho de 2017 - 0 Comentários





Etiene Medeiros foi a primeira brasileira a ganhar uma medalha em um Mundial Júnior, a primeira a ganhar uma medalha em Mundial adulto, a primeira a se tornar campeã (e bicampeã) mundial em piscina curta, a primeira a bater um recorde mundial em piscina curta e, agora, é a primeira mulher brasileira a se sagrar campeã mundial.
Isto aconteceu  nesta quinta-feira (27), ela venceu os 50m costas no Mundial de Budapeste, na Hungria, e fez mais uma vez história completando  a prova em 27s14, apenas um centésimo à frente de Fu. A marca é a terceira melhor da história, só atrás dos 27s11 de Fu em Kazan e do recorde mundial, da também chinesa Jing Zhao, 27s09, que dura desde 2009, ainda na época dos trajes tecnológicos.
Com o resultado, são sete as medalhas do Brasil no Mundial de esportes aquáticos. Ana Macela foi bronze nos 5km e 10km, além de ter sido campeã nos 25km, enquanto na piscina vieram três pratas: 4x100m livre, Nicholas Santos (50m borboleta) e João Gomes (50m peito).


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif