Doria recebe Gilmar Mendes para 'análise geral de circunstâncias' - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Doria recebe Gilmar Mendes para 'análise geral de circunstâncias'

Por: Itiruçu Notícias - - segunda-feira, 31 de julho de 2017 - 0 Comentários


O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), sorriram muito para fotos e pouco falaram sobre um encontro que tiveram nesta segunda (31).
O tucano recebeu o ministro, que também preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em seu gabinete durante cerca de uma hora.
"Análise geral de circunstâncias", disse Gilmar, na saída da reunião, ao ser questionado pela reportagem sobre o assunto da conversa.
O motivo da visita não havia sido divulgado previamente pelas assessorias.
"Temos sempre conversas... Sobre o Santos, também falamos. Passamos em revista vários temas. O que vocês têm publicado no jornal", afirmou o magistrado.
"Fizemos uma análise de conjuntura, o momento político, a questão de administração. Eu trouxe um livro para o prefeito", prosseguiu.
Tema político mais importante do momento, a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer ficou fora da pauta, segundo Gilmar. "Não entramos nesses detalhes."
Doria, que ao posar para os fotógrafos e cinegrafistas propôs ao ministro um "shaking hands" (aperto de mãos), também não deu detalhes sobre a "visita de cortesia", como descreveu o encontro.
"Sempre fico muito feliz em poder encontrar o ministro, com a sua sabedoria, a sua serenidade, o seu equilíbrio", disse o prefeito.
Gilmar afirmou ter convidado o tucano para fazer uma palestra em Brasília. Também aproveitou o papo para agradecer pela "boa presença que fez lá em Lisboa", referindo-se à participação do tucano em um seminário jurídico realizado pelo magistrado em Portugal, em abril.
O livro com que Doria foi presenteado é uma coletânea, organizada pelo ministro e pelo professor Paulo Paiva, sobre políticas públicas. 
Com informações da Folhapress.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum