Camila Pitanga relembra tragédia: “Vi o último olhar ...” - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Camila Pitanga relembra tragédia: “Vi o último olhar ...”

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 19 de setembro de 2016 - 0 Comentários


Camila Pitanga quebrou o silêncio e se pronunciou a respeito da morte de Domingos Montagner, neste domingo (18), no “Fantástico”, da TV Globo. Muito emocionada, a atriz relembrou a tragédia que tirou a vida do artista, que se afogou no Rio São Francisco, na última quinta-feira (15).
A protagonista de “Velho Chico” disse que os dois decidiram mergulhar em um lugar que, aparentemente, estava tranquilo. “Notei que tinha uma pedra com uma marolinha batendo. A gente estava nadando a favor de uma correnteza muito perene, que a gente não percebeu."

A artista, no entanto, notou pedras ao redor e ficou com medo de se machucar. Neste momento, ela tentou nadar de volta, mas foi interrompida pela força da água.
“Eu disse ‘vamos voltar’ e fomos nadando. O Domingos estava na frente e eu estava mais perto da faixa de areia. A gente nadava, nadava, mas ficava. [...] Quando eu percebi que não conseguia vencer a correnteza, que era muito suave, eu me desesperei e comecei a respirar errado”, relatou.

Neste momento, a famosa percebeu que Montagner não estava conseguindo sair do lugar e tentou ajudá-lo.
“Ele não nadava e estava assustado. Não sou heroína, nem nada disso. Saí e fui tentar ajudar meu amigo. Acalmei e ele não vinha. Mostrei para ele que estava tudo bem. Ele não saiu do lugar e não falou nada. Ele aparentava estar paralisado. Ele falava ‘eu não estou conseguindo’”, relembrou, emocionada

Segundo a veterana, o artista começou a se desesperar e ficou paralisado. “Vi o último olhar dele. Ele estava muito desesperado. Ele estava cheio de vida, cheio de planos, mas acredito que ele sabia o que estava acontecendo.”
Após a tragédia, Pitanga acredita que ganhou uma segunda chance. “Ele me salvou. Ele me deu a oportunidade de viver. Vou honrar isso”, garantiu.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação