Planalto já prevê a queda de José Serra e Geddel - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Planalto já prevê a queda de José Serra e Geddel

Por: Itiruçu Notícias - sexta-feira, 12 de agosto de 2016 - 0 Comentários


 


O Palácio do Planalto já trabalha com o cenário de queda de dois dos principais ministros do governo interino: Geddel Vieira Lima, que faz a articulação política, e o chanceler José Serra. Os dois seriam os mais vulneráveis nas novas delações, a informação foi distribuída pelo jornalista Fernando Rodrigues, em seu serviço privado de informações políticas chamado Drive; "Cresce no Planalto a sensação de que alguns ministros de fato não resistem mais 2 meses no cargo por causa das revelações nos depoimentos de delatores da Odebrecht e da OAS", diz ele; "Os ministros das Relações Exteriores e da Secretaria de Governo são considerados os mais vulneráveis. Ambos negam irregularidades"; Rodrigues informa ainda que a Lava Jato não encontrou materialidade nas acusações contra Michel Temer – de acordo com depoimento de Marcelo Odebrecht, ele teria pedido uma doação a Marcelo Odebrecht, em pleno Palácio do Jaburu, que se converteu num caixa dois de R$ 10 milhões; Rodrigues diz ainda que os vazamentos das delações das empreiteiras ocorrerão no fim de agosto, na mesma semana do julgamento final da presidente Dilma Rousseff. (Brasil 247)
 



Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes