'Dilma se alia com Serra e entrega o pré-sal' - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha

EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO

COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


'Dilma se alia com Serra e entrega o pré-sal'

Por: Itiruçu Notícias - - sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 - 0 Comentários

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) criticou, nesta quinta-feira (25), a aprovação pelo Senado do projeto que retira da Petrobras a exclusividade das atividades no pré-sal e acaba com a obrigação de a estatal a participar com pelo menos 30% dos investimentos em todos os consórcios de exploração da camada. A projeto é de autoria do senador José Serra (PSDB-SP) e foi relatada pelo senador Ricardo Ferraço (sem partido-ES).
"Dilma diz uma coisa e governo debil, frouxo e sem convicção tem outra prática. Se alia com Serra e entrega o pré sal. Despreza luta histórica", protestou o parlamentar no Twitter.

O parlamentar já havia criticado o projeto, na quarta-feira (23), em palestra Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo. "A Petrobras tem condições de bancar o pré-sal e operar os 30% com seu equipamento, sem nenhum problema", disse ele. De acordo com o senador "se entregarem o pré-sal, a Petrobras está falida".
"Essas empresas (que ficariam com a exploração) não vão investir. As petroleiras estão em dificuldades. O que eles pretendem é se apropriar da tecnologia de águas profundas e estrategicamente manter o controle absoluto de fornecimento de petróleo", complementou.

Os senadores favoráveis à proposta argumentavam que a Petrobras não tem mais condições de cumprir as obrigações previstas em lei por conta do alto nível de endividamento e também por causa dos escândalos de corrupção.
De acordo com o texto aprovado, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) definirá quais blocos do pré-sal serão leiloados. O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidirá, conforme o interesse nacional, quem vai explorar as áreas do pré-sal. Depois dessa etapa, o órgão oferecerá a Petrobras a preferência para ser a operadora dessas áreas, contratadas sob o regime de partilha de produção.

Após a estatal se manifestar sobre o direito de preferência em cada uma das áreas ofertadas - o prazo é de 30 dias - a decisão será levada à Presidência da República, que dará a palavra final sobre o que a Petrobras irá explorar.
O que não for considerado estratégico para o País e, como consequência, não ser explorado para a Petrobras, será colocado em leilão e poderá ser explorado e operado por qualquer empresa que ganhe a licitação. 
(Informações Brasil 247)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif