Arrow

PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente. Estamos em fase de testes...




Prisão em flagrante do autor de homicídio no Entroncamento

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 6 de maio de 2019 - 0 Comentários


Na manhã desta segunda, 06/05/19, a Equipe da Polícia Civil da Regional juntamente com a DT de Jaguaquara Iniciaram as investigações referente ao homicídio de MOISÉS BISPO FERNANDES DOS SANTOS, ocorrido na noite de domingo (5) por volta das 22:00hs, no Entrocamento de Jaguaquara. Em ato continuo, por volta das 14:00hs os investigadores identificaram, localizaram e prenderam em flagrante o nacional GILSON CONCEIÇÃO DE JESUS, vulgo “GIL CAPA PRETA”, o qual confessou ter matado Moisés Bispo por ele suspeitar de está envolvimento no triplo homicídio ocorrido na madrugada da última sexta feira, na região da Terrabrás no Entrocamento de Jaguaquara, quando sua sobrinha, juntamente com uma um senhor e outra mulher gravida também foi morta a pauladas e golpes de faca.

Segundo a Polícia, o  vulgo Gil Capa Preta ja foi preso anteriormente por tráfico de drogas, quando ficou custodiado no CPJ pelo período de 06 meses. Gil “capa preta “ foi autuado por homicídio qualificado, ficando custodiado na Dt de Jaguaquara à disposição da Justiça.
Moisés foi vítima do criminoso que usou uma faca para executá-lo friamente, enquanto retornava de uma visita que foi fazer a seu patrão segundo informou o pai da vítima no primeiro jornal da Itiruçu FM, na manhã desta segunda feira.

Na ultima sexta sexta-feira (3), a onda de crimes começo naquela comunidade da Terrabrás. Um homem, uma mulher grávida de 7 meses e uma adolescente foram brutalmente assassinados dentro de uma humilde casa, na Rua Florentina Vieira, na Terra Braz.

Segundo informações da Polícia Militar, que teria sido acionada por volta das 11h daquele dia, os corpos de Elias Custódio Santana, de 60 anos, proprietário do imóvel, Joelma Souza Almeida, 30, e Vanessa Souza Santos, de 16 anos foram encontrados por um agente de saúde, que foi a casa para levar o ancião à sede do município de Jaguaquara para tentar viabilizar a sua aposentadoria.

 Ainda segundo a polícia, o crime pode ter sido praticado na madrugada e as vítimas foram mortas a pauladas. Os corpos da menor e do idoso estavam num quarto do imóvel e a gestante ao lado de um fogão de lenha, na cozinha da casa.

Peritos do Departamento de Polícia Técnica de Jequié removeram os corpos às 14h30, falando em crime de ódio, em face a ação violenta do autor, que ainda não foi identificado. As autoridades policiais não descartam que o crime possua relação com o tráfico de drogas, uma vez que a adolescente já foi apreendida com entorpecente.
Fonte: DT Jaguaquara/ 9• Coorpin.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar