Procurados pela polícia são adicionados ao Baralho do Crime - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Procurados pela polícia são adicionados ao Baralho do Crime

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 6 de novembro de 2018 - 0 Comentários

Secretaria da Segurança Pública as cartas de mais 1 criminosos



Homicídio, latrocínio e tráfico de droga foram os crimes cometidos pelos 11 novos criminosos que integram, a partir desta segunda-feira (5), o 'Baralho do Crime', da Secretaria da Segurança Pública. Sete deles são procurados por Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – e as atualizações ocorreram nos naipes Copas, Espadas e Paus. Ramon Oliveira Cruz, o 'Coroa', se tornou o novo 'Ás de Paus'. Nascido em Mundo Novo, região da Chapada Diamantina, Coroa é procurado por homicídio e remove Joel Cardoso dos Santos, conhecido também como 'Coroa' ou 'Chefe'.

Claudia de Jesus Santos, a 'Gagai', que comercializa drogas em Feira de Santana, é agora a 'Dois de Paus', no lugar de José Nílton Ramos dos Santos Júnior, o 'Esquerdinha'. Ela é a terceira mulher – as outras duas são as traficantes Jasiane Silva Teixeira, a 'Dona Maria', e Marisângela Soares de Sousa – do baralho. Segunda maior carta a sofrer mudança, o 'Rei de Espadas' agora é Edson Valdir Souza Silva, o 'Valdir do Sem Terra', natural de Itapetinga e procurado por homicídio e tráfico de drogas. Substitui William dos Santos, o 'Choquito', capturado na última semana, em Eunápolis.

Os latrocidas Leonardo Vitoria dos Santos Gomes, o 'Leo Pastel', e Raimundo Correia Assunção são, respectivamente, os novos 'Seis' e 'Cinco de Espadas'. Ambos procedem do interior do estado: Leo Pastel atua em Feira Santana e Raimundo em Senhor do Bonfim. Vagney dos Santos Aquino, conhecido como 'Vaguinho', foragido de Conceição do Jacuípe, entrou no baralho como o 'Quatro de Espadas', diante da saída de Marcos Santos Rosa. Eduardo Jesus Evangelista, 'Dudu' ou 'Dinho', também latrocida, aparece como 'Valete de Copas', carta ilustrada anteriormente por Joanderson Brito de Jesus, o 'Nego Jó'. O 'Nove de Copas' expõe o rosto de Nailton Almeida dos Santos, autor de homicídio qualificado em Candeias, Região Metropolitana de Salvador.

O 'Oito', o 'Dois' e o 'Cinco de Copas' atualmente apresentam os traficantes Ramon dos Reis de Jesus, Lucivaldo de Jesus da Silva, o 'Pempa', e Evanildo da Silva Santos, apelidado de 'Buru'. Os três são do interior, os dois primeiros de Feira de Santana e o último de Senhor do Bonfim. A ferramenta lúdica do 'Baralho do Crime' foi criada em 2011, com o objetivo de apresentar os criminosos mais perigosos do estado e estimular a população a ajudar a polícia na captura. Denúncias podem ser feitas, de forma sigilosa, através dos telefones 3235-0000 (para a capital) e 181 (para o interior).
FONTE: SSP/BA


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores