Morte de estudante que agrediu professora em Santa Catarina é falsa - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Morte de estudante que agrediu professora em Santa Catarina é falsa

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 24 de agosto de 2017 - 0 Comentários


Circula pela internet que o estudante que bateu na professora teria sido executado. O caso que aconteceu no dia 21 de agosto de 2017, quando  a professora de Língua Portuguesa Márcia Friggi levou um soco no olho dado por um aluno de 15 anos dentro da sala de aula, em uma escola municipal em Santa Catarina, que segundo o relato da professora, após ela pedir para que o aluno tirasse um livro do meio das pernas e colocasse em cima da mesa, o rapaz teria se negado e ofendido a professora. Sendo que após relatar o ocorrido na direção da escola, o jovem começou a agredir a professora com socos. O jovem  já ouvido  e a promotoria do caso deve pedir o internamento do rapaz já que tinha outros antecedentes.
Então a informação da morte do rapaz é enganosa, a foto que aparece nas postagens e, blog e site e redes sociais   na verdade é de João Elcimário Gomes tinha 29 anos de idade natural de Jundiá no estado de Alagoas e foi assinado com cinco tiros, em setembro de 2013. Mais informações AQUI!


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS